Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 100 :: Outubro/2006 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

APLICANDO TÉCNICAS DE ASTROLOCALIZAÇÃO

A Astrocartografia
e o acidente do vôo Gol 1907

Vicente Gigli

A Astrocartografia e as cartas geodésicas auxiliam a compreensão do acidente com o vôo 1907 da Gol. No local da tragédia, a linha de Saturno cortava a rota da aeronave.

Um avião da companhia aérea Gol, com 155 pessoas a bordo, chocou-se no ar com um avião de pequeno porte Legacy, enquanto se deslocavam sobre a Serra do Cachimbo, no estado de Pará. A aeronave, um Boeing 737, cobria a rota Boa Vista-Manaus-Brasília-Rio de Janeiro, e desapareceu dos radares quando sobrevoava uma zona selvagem, no sul do estado amazônico de Pará. O avião de pequeno porte Legacy, aparentemente pilotado por um cidadão americano, conseguiu aterrissar com avarias em uma base do lugar embora não há certeza do estado de seus tripulantes. Em uma nota conjunta, a empresa aérea brasileira, a estatal Agencia Nacional de Aviação Civil e a empresa pública que administra os aeroportos, Infraero, informaram que o vôo 1907 da Gol decolou às 14h30, hora local, e deveria fazer escala em Brasília, de onde devia decolar às 18h10.

(site do jornal El Clarín, de 30.09.2006)

A rota do vôo Gol e a sombra do eclipse

Um dos efeitos que os antigos mencionam, e que são conseqüência dos eclipses, é que sua sombra ocasiona, por onde passa, movimentos ou migrações. No mundo atual podemos tranqüilamente dizer que as viagens de avião correspondem a esta descrição. Mas para relacionar o acidente do vôo 1907 com o recente eclipse de 22 de setembro de 2006, devemos verificar primeiro se a passagem da sombra do eclipse coincide com o plano de vôo da linha Gol 1907 (indicado ao lado). Visualizando o mapa (clique para abrir), observa-se não apenas como ambos são coincidentes, mas também que o eclipse nasceu na zona do aeroporto de onde decolou o vôo 1907.

Levantando a carta geodésica do eclipse de 22 de setembro para as coordenadas de Manaus (veja abaixo), observamos que seu Meio-Céu Geodésico é 29º de Capricórnio, em trígono com o grau 29 de Virgem, onde se produziu o eclipse.


Eis o mapa do eclipse de 22 de setembro de 2006,
calculado para Manaus com casas geodésicas.

Clicando na figura ao lado, é possível observar em detalhes o mapa ACG (astrocartográfico) do instante da decolagem do vôo 1907 superposto ao mapa de seu plano de vôo (também são indicadas no mapa as linhas Local Space, traçadas a partir de Manaus). A zona de queda do avião é cortada diretamente pela linha de Saturno no Descendente, o que significa dizer que, se relocalizamos a carta do instante da decolagem do avião para as coordenadas do local onde caiu, Saturno ficaria em conjunção partil com a cúspide da casa VII.

Destaquemos que Saturno é o regente do Ascendente.

Decolagem do vôo Gol 1907 - 29.9.2006, 14h35 (GMT -04:00) - Manaus, AM - 03s08, 060w01.

Analisando agora a carta do instante da decolagem, o trânsito de Marte é o que mais chama a atenção: 14º de Libra, quase a mesma posição de Mercúrio para o instante de eclipse, sendo Mercúrio o planeta dispositor do próprio eclipse, por sua regência em Virgem. Marte está em trígono com o Ascendente em Aquário da carta da decolagem.

Do ponto de vista astrotopográfico, os signos de Ar representam as alturas e os aviões. Este grau, 14º de Libra, no mapa do ataque às torres gêmeas do 11 de setembro, é o grau do Ascendente e de Mercúrio, que recebiam um trígono de Saturno em Gêmeos.

Veja também, sobre o acidente com o avião da Gol:

Um Boeing na floresta - a análise dos mapas das duas decolagens
Gol, a empresa da barrinha de cereal - a empresa mais capricorniana do país

Outros textos de Vicente Gigli.



Atalhos de Constelar 100 - Outubro/2006 | Voltar à capa desta edição |

Fernando Fernandes - O acidente do vôo Gol 1907 | Um Boeing na Floresta | O mapa da Gol, a empresa da barrinha de cereal |
Vicente Gigli - Aplicando técnicas de Astrolocalização | O acidente na Astrocartografia |
Fernando Fernandes - Astrologia e Preconceito | As sete inverdades mais comuns | Os astrólogos de vida dupla de Recife |
Raul V. Martinez - Astrologia e pesquisa histórica | O Grito do Ipiranga com precisão de GPS |
Carlos Hollanda - Astrologia básica | Após os 30 anos o Ascendente fica mais forte? |

Edição anterior:

Fernando Fernandes - Dossiê Plutão | A menina que batizou um planeta | Pluto, o cão de Mickey Mouse | O mapa do planeta anão |
Carlos Hollanda - Dossiê Plutão | Plutão não é mais planeta... e daí? | O medo do monstro sob a cama |
Antonio Carlos Harres - Dossiê Plutão | Brigar com anões dá azar |
Maurice Jacoel - Dossiê Plutão Limpeza de órbita e limpeza étnica |
Renata Lins - Os tempos de Saturno e Urano | Chronos e Kairós |
Antonio Carlos Harres - Coluna do Bola | Xena virou Éris, a deusa da discórdia |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva