Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 142 :: Abril/2010 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

O MAPA DA CAPITAL FEDERAL

Brasília, 50 anos

Redação

Brasília, que completa 50 anos em 21 de abril de 2010, já nasceu com dois mapas. Qual dos dois corresponde melhor à natureza ao mesmo tempo futurista e contraditória da Capital Federal? Alguns astrólogos que já mergulharam fundo na pesquisa tentaram dar resposta a esta dúvida nas páginas de Constelar. Relembre.

Brasília nasceu à meia-noite do dia 21 de abril de 1960, numa grande festa popular, sob o alegre repique dos sinos e o espocar de fogos de artifício. Certo? Em parte sim. A festa inaugura a cidade e define a relação de Brasília com seus habitantes. É a cidade do Sol em Touro e Ascendente em Aquário, imagem futurista das grandes massas de concreto em contraste com a vastidão do Planalto Central.

Candangos

Tempos de pioneirismo: um caminhão cheio de candangos, os trabalhadores
da construção civil vindos de toda parte que levantaram a capital
federal. Foto: Arquivo Público de Brasília.

Mas Brasília nasceu pela segunda vez algumas horas depois, quando, às 9h30 de uma manhã luminosa, o presidente Juscelino Kubitschek e os chefes dos poderes Legislativo e Judiciário declararam a transferência formal da capital da República. É a cerimônia oficial, que define Brasília como sede do poder supremo da nação e referência para todos os brasileiros. Em vez de Aquário, quem está agora no Ascendente é Gêmeos, repetindo o mesmo Ascendente já presente na carta de fundação das duas capitais anteriores: Salvador e Rio de Janeiro.

Em qual das duas cartas deve ser lida a alma da cidade? Qual revela melhor os traços da "ilha da fantasia", do paraíso do funcionalismo público, de uma das cidades brasileiras com melhor qualidade de vida? Os diversos artigos já publicados em Constelar podem dar a chave da solução.

Brasília, a utopia aquariana - Na edição 71 de Constelar, em maio de 2004, Maurice Jacoel faz uma análise detalhada de toda a história da criação da capital, desde a época do Marquês de Pombal. Um artigo precioso, com dados factuais que jamais haviam sido objeto de pesquisa astrológica anterior.

O Instante da chegada do poder a Brasília - Dimitri Camiloto, com a precisão de astrólogo-historiador, defende, em agosto de 2007, a necessidade de separar as duas Brasílias: a aquariana, dos brasilienses; e a geminiana, de todos os brasileiros.

Juscelino inaugura Brasília

JK, Jango e Barros Neto, os chefes do Executivo, do Legislativo e do Judiciário momentos antes da inauguração política da capital.

Os Ascendentes do Brasil, São Paulo e Brasília - Em artigo de outubro de 2009, o astrólogo campinense Darci Lopes faz uma leitura simbólica de vários elementos da paisagem brasiliense para corroborar a hipótese do Ascendente em Gêmeos.

Oscar Niemeyer, 100 anos - Parte II - Em dezembro de 2007, num monumental estudo sobre a vida e a carta natal de Oscar Niemeyer, Dimitri Camiloto lança novas luzes sobre a fundação de Brasília e o clima astrológico da época.

Os Sem-Terra invadem o Congresso - Um dos fatos mais importantes da história recente da capital foi a invasão do Congresso Nacional por uma multidão de militantes do movimento dos Sem-Terra. Mais uma vez, o autor é Dimitri Camiloto, em artigo de junho de 2006.

Roriz chega ao fim do mandato? - Em janeiro de 2003 Rita Kamil analisa o mapa da posse de Joaquim Roriz para seu quarto mandato como governador do Distrito Federal e conclui: o mapa dos governadores deve ser comparado com o mapa da inauguração popular à meia-noite, e não o das 9h30.

Para completar, dois artigos de Fernando Fernandes tratam do mapa do político se tornou pivô do maior escândalo da história da cidade: o primeiro artigo, de maio de 2001, traça o perfil de José Roberto Arruda, na época um dos senadores envolvidos no escândalo da violação do painel de votação do Senado.

Três senadores à beira de um ataque de nervos - O mapa de José Roberto Arruda.

O segundo artigo, de janeiro de 2007, analisa o mapa da posse de Arruda como governador do Distrito Federal, e já prevê, com três anos de antecedência, os sérios problemas que esse político teria de enfrentar:

A posse do Presidente e dos Governadores - Cinco Estados com Ascendente em Peixes: a posse de Arruda no Distrito Federal.

Outros artigos da Equipe de Constelar.

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Tereza Kawall - Ney Matogrosso | Um Plutão que não se dobra | A dualidade Leão-Escorpião |
Redação - Brasília, 50 anos | Constelar discute os dois mapas da capital |
Darci Lopes - A hora na Astrologia | Retificando o mapa dos Estados Unidos |
Fernando Fernandes - Marc Edmund Jones | O astrólogo genial de Hollywood |
Fernando Fernandes - Niterói | Chuva, lixão e desespero |

Edições anteriores

Silvia Ceres - Comportamento | Júpiter e a falta de medida |
Fernando Fernandes - Perfil Astrológico | Zilda Arns, a heroína virginiana |
André Ricardo - Abordagens espiritualistas em Astrologia | Edir Macedo e os símbolos sabeus |
Daniel Nunes - Abordagens espiritualistas em Astrologia | Os elementos na formação do universo |
Zilá P. Saldanha - Abordagens espiritualistas em Astrologia | O corpo de balé clássico real |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva