Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 103 :: Janeiro/2007 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

PRESSÁGIOS 2007

Bolívia e Venezuela: os poderosos chefões

Viviana Rodriguez

Sempre esquecidos nas previsões de astrólogos brasileiros, nossos vizinhos podem interferir, e muito, nos destinos do continente. Já o fizeram em 2006. E para 2007? Quais são os novos projetos de Hugo Chávez e de Evo Morales?

Uma sinastria
Brasil-Venezuela

Fazendo uma comparação entre os mapas de Brasil e Venezuela, observam-se algumas particularidades em comum. Em primeiro lugar, o Ascendente da Venezuela, em Escorpião, encontra-se em quadratura quase exata com o Ascendente do Brasil, considerando a carta brasileira para as 16h30.

Este texto resume os pontos principais da entrevista da autora a Constelar, em 4.12.2006, para Presságios2007. A versão completa, em áudio, faz parte do CD do evento.

O Nodo da Venezuela está em conjunção ao Mercúrio do Brasil, o que abre possibilidades para o comércio, acordos, até mesmo no que se refere ao gigantesco gasoduto que se planeja construir, unindo os dois países e chegando a outros vizinhos sul-americanos. Mas ao mesmo tempo os Mercúrios dos dois países estão em quadratura e o Saturno de Venezuela está em quadratura ao do Brasil, o que parece indicar alguma possibilidade de rispidez. O Saturno de Hugo Chávez está em conjunção ao Marte do Brasil, indicando que ele nos pode colocar algum tipo de limite. Por outro lado, as duas Vênus, nas cartas de Venezuela e Brasil, estão em sextil, atenuando conflitos e indicando alguma possibilidade de harmonia.

Independência da Venezuela - 5.7.1811 - 19h27 GMT - Caracas, Venezuela - 066w56, 10n30.

NOTA SOBRE OS MAPAS UTILIZADOS

(e, entre parênteses, sua classificação de acordo com o modelo de Lois Rodden)

 

Hugo Chávez - não há dúvidas quanto à data. O horário foi divulgado no site argentino http://www.forodeastrologia.com.ar, sem citação de fonte. (C)

Evo Morales - Os principais jornais bolivianos citaram data e horário em biografias de Evo Morales publicadas no dia de sua posse. (A)

Lula - É um mapa "difícil", com duas opções de data e diversas de horário. O Ascendente em Sagitário é uma das hipóteses plausíveis. (DD)

Venezuela - Há suficientes relatos históricos que respaldem o horário utilizado. (B)

Bolívia - Deve ser considerado um mapa especulativo, entre outros possíveis. (DD)

A Lua da Venezuela está em conjunção com Urano-Netuno do Brasil, indicando pontos em comum - algo que ocorre, aliás, na combinação de diversos mapas nacionais latino-americanos. Desgraçadamente, o personalismo de alguns dirigentes não dá espaço para que estes pontos em comum se afirmem.

O Plutão de Chávez está na cúspide da casa 7 do Brasil, o que sinaliza uma atuação controladora e interferente de Chávez com relação ao Brasil, com resultados por vezes negativos.

Deve-se considerar também, ao analisarmos as possibilidades de entendimento entre Brasil e Venezuela, a extrema reatividade emocional da personalidade de Hugo Chávez (Ascendente em Câncer, stellium na 12). Neste particular, os mapas de Chávez e Lula apresentam uma ênfase comum em Câncer, com fortes interaspectos, o que cria uma sintonia entre os dois presidentes, para o melhor e para o pior.

Lua, Saturno e Marte de Lula estão em conjunção com o Urano de Chávez, mostrando uma possibilidade de entendimento. Todavia Saturno de Chávez está em conjunção ao Sol de Lula: aí já temos um limite claro estabelecido pelo líder venezuelano.

O Netuno de Chávez faz conjunção ao Júpiter-Vênus em Libra de Lula, dando possibilidade de entendimento em questões humanitárias e relacionadas ao bem comum. Entretanto, a predominância de aspectos duros entre os mapas dos dois países e de seus governantes sinaliza a luta pela hegemonia no continente. No caso de Chávez, cujo governo iniciou-se em 1999, a recente conquista de mais um mandato lhe dá um tempo adicional para investir na busca de tal hegemonia.

Lula - 27.10.1945, 7h (-03:00) - Caetés, PE - 036w37, 08s46.

Considerando um Ascendente em Sagitário, Lula vai ter Saturno tocando seu Meio do Céu em 2007. Sendo a casa 10 a do governante, isto significa que enfrentará algum tipo de limite no exercício da presidência. Todavia ao mesmo tempo terá Júpiter transitando pela casa 1, o que é um fator positivo.

O novo mandato de Hugo Chávez

No que diz respeito às perspectivas do novo governo de Hugo Chávez, trata-se de uma situação bastante particular, pois há um projeto de eternização no poder, algo que tem a ver com a própria condição de Chávez como leonino com o Sol na casa 1 e portador de um stellium na 12.

Hugo Chávez - 28.7.1954, 05h08 (-04:30) - Barinas, Venezuela - 070w12, 08n38.

Chávez, apesar de simpático e carismático, apresenta um mapa que dá a sensação de ausência de percepção de limites. Identifica-se com o papel de grande salvador, especialmente em função do stellium na casa 12 - Júpiter, Lua e Mercúrio em Câncer. Vê-se com a missão de redimir a América Latina, o que é um projeto um tanto perigoso, pois denota uma ação marcada por boa dose de inconsciência [1].

Por outro lado, ele tem Plutão na 2, sendo que no momento este planeta está recebendo o trânsito de Saturno, o que colocará em questão o manejo daquilo que Chávez percebe como sendo os seus recursos - no caso, o petróleo, o gás, os recursos naturais da própria Venezuela.

[1] Esta entrevista foi realizada em meados de dezembro de 2006, bem antes, pois, de que Chávez anunciasse sua intenção de nacionalizar empresas e reeleger-se indefinidamente.

O suporte da Venezuela à Bolívia

Sobre a vinculação entre Venezuela e Bolívia, há um ponto em comum entre os dois países em função do mesmo Ascendente - Escorpião - indicando que ambos querem alcançar objetivos semelhantes. Da mesma forma, as cartas natais dos dois presidentes - Chávez e Evo Morales - também apresentam muitas afinidades.

Independência da Bolívia - 6.8.1825, 12h LMT - Sucre, Bolívia - 065w17, 19s02.

A Lua da Venezuela está em conjunção com Netuno da Bolívia, enquanto os dois Martes estão em trígono entre si, indicando a capacidade de executar projetos conjuntos. Há também o Plutão da Venezuela em quadratura aos Nodos da Bolívia, interaspecto que tem relação com a postura de Chávez, que parece querer mostrar a Evo Morales o caminho para tirar partido do discurso do nacionalismo, do apelo étnico indígena e das questões de maior impacto popular.

As cartas dos dois - Chávez e Evo Morales - apresentam ambas as Vênus em conjunção - daí a possibilidade de acordo -, os dois Sóis em quadratura (um aspecto muito criativo) e o Sol de Chávez em trígono ao Júpiter de Evo. O Urano do presidente venezuelano em trígono ao Mercúrio de Evo proporciona um efeito "despertador". Veja-se que recentemente Bolívia e Venezuela assinaram um acordo cujo objetivo pretende ser levar gás barato à população boliviana.

O que a Bolívia nos aprontará em 2007?

A Bolívia está enfrentando problemas delicados. Urano no momento transita pela cúspide da casa 5, o que põe em evidência a questão da Câmara de Deputados do país e sua composição partidária, assim como a discussão sobre a autonomia de algumas regiões e a assinatura do acordo com as empresas de petróleo.

Uma das empresas beneficiadas pelo acordo seria a Petrobras, mas o benefício deve ser considerando entre aspas, pois, ao se tornar retrógrado, Saturno vai ativar novamente o stellium em Leão na carta da Bolívia (de dezembro de 2006 a julho de 2007). Isso trará um momento muito perigoso para todas as empresas petroleiras, até porque Evo Morales estará recebendo o respaldo de Hugo Chávez, o qual, por sua vez, poderá contar com o apoio do novo presidente do Equador, o nacionalista Rafael Correa. A situação também colocará em cheque a posição dos Estados Unidos, que, recentemente, quando das eleições venezuelanas, anunciaram que pretendem manter boas relações com Chávez.

A Bolívia está, pois, armando uma situação muito interessante com relação à exploração do petróleo. Evo disse que queria sócios, e não patrões. Há que aguardar para ver que tipo de regulamentação ele estabelecerá e se finalmente as petroleiras concordarão.

Quanto ao temor de que Evo Morales tome decisões que levem a um colapso do fornecimento de gás para o Brasil e para a Argentina, este risco é bastante real e fundamentado, tanto do ponto de vista político quanto astrológico. A Bolívia neste momento tem um trânsito de Plutão pela casa 2, o que significa dizer que o exercício do poder se fará pelo controle dos recursos - e há que reconhecer que os únicos recursos com que a Bolívia pode jogar são os hidrocarburetos. Talvez Evo Morales venha a ter um cuidado adicional com as petroleiras estrangeiras exatamente por saber que não conta com outra fonte de divisas. Mas cumpre não esquecer que ele tem uma conjunção Sol-Marte em Escorpião. Não creio que lhe incomode não chegar a nenhum acordo. Além disso, em seu mapa há uma conjunção Lua-Urano em Leão: Evo é opressivo. Acho que devemos tratá-lo muito bem, seja pelo seu mapa, seja pelo respaldo que vem recebendo.

Evo Morales - 26.10.1959, 11:00 (-04:00) - Oruro, Bolívia - 067w09, 17s59.

Evo está, neste momento, em um confronto pesado com a oposição, especialmente na região do Oriente boliviano, onde estão as províncias mais ricas, lideradas por Santa Cruz de la Sierra.

Atualmente estão acontecendo algumas greves, mas não com a intensidade das que derrubaram o ex-presidente Carlos Meza. Há que esperar para ver o que acontece quando Urano entrar na casa 5 da Bolívia. Contudo, não é provável que Evo Morales envie tropas do Exército para administrar ou reprimir manifestações da população rural, como fizeram seus antecessores.

Creio que a última passagem de Saturno em trânsito sobre Júpiter radical da Bolívia (aspecto que acontecerá em breve, com a retrogradação de Saturno) vai provocar alguns efeitos. Especialmente porque esta retrogradação também atinge a conjunção Lua-Urano em Leão do mapa de Evo Morales. Mas Evo é popular, é um indígena governando um país com absoluta maioria de população indígena, e para derrubá-lo seria necessário um pouco de sangue nas ruas, o que ainda não aconteceu.

Enfim: este verão (início de 2007) será de grande importância para a definição do quadro boliviano.

Argentina em cima do muro

Há que ter atenção também para a posição que assumirá a Argentina, já que ela tem interesse direto nesse quadro. A Argentina tem o Sol em conjunção a Lua-Júpiter do Brasil e Vênus em conjunção à Lua da Bolívia. Sendo um país com Ascendente em Libra, a Argentina dá freqüentemente a impressão de que estabelece relações com todo mundo mas não se compromete com ninguém. Essa falta de definição pode gerar insegurança e tornar o quadro regional ainda mais delicado. O único ponto em que, no momento, a Argentina tem uma posição definida é com relação ao conflito com o Uruguai, por causa das grandes fábricas de processamento de celulose que aquele país constrói à beira do rio que separa os dois países. Há um clima de impasse que põe em risco o Mercosul, ao mesmo tempo em que a Argentina librianamente se omite com relação à questão energética, que é grave e que afetará a vida de todos nós [2].

[2] O que Viviana Rodriguez destaca, neste parágrafo, é a contradição entre a firme posição argentina num problema de menores proporções enquanto se omite na questão mais importante, que é do abastecimento energético a longo prazo.

Saiba mais sobre Viviana Rodriguez.

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar 103 - Janeiro/2007 | Voltar à capa desta edição |

Presságios2007 - Previsões para o Brasil e o mundo
Fernando Fernandes - Presságios2007 | A insustentável leveza do ano novo |
Silvia Ceres - Presságios2007 | Uma panorâmica de 2007-2008 |
Viviana Rodriguez - Bolívia e Venezuela | Os poderosos chefões |
Raul V. Martinez - Presságios2007 | Éris na carta dos Estados Unidos |
Fernando Fernandes - O Brasil em 2006: sem avião e sem calcinha | O Brasil sem calcinha | O Brasil sem avião |

Edição anterior:

Equipe de Constelar - Que signo é regido por Éris? | Um pouco de mitologia |
Raul V. Martinez - Éris, novo regente de Touro? | Aplicando Éris em situações atuais | Éris no mapa de personalides | Um símbolo para Éris |
Marcelo "Cronos" Brasil - Comportamento | Gêmeos e o Império da Lógica |
Silvia Ceres - Astrologia e Filosofia | Confúcio ou o ideal de Libra |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva