Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 101 :: Novembro/2006 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

EM CIMA DOS FATOS


Seqüestros pelo telefone e no ônibus

Duas notícias aparentemente desconcatenadas falam da mesma realidade social, enfatizada pela oposição de Saturno e Netuno, vigente em 2006.

O chefe de Polícia Civil, Ricardo Hallak, passou a tratar como epidemia a chamada extorsão telefônica simulando seqüestro e preparou uma cartilha para orientar os cidadãos e os policiais sobre como agir. (O Globo, 7.11.2006)

Depois de 10 horas e meia, terminou o seqüestro ao ônibus buscar 499 (Central-Cabuçu), em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. (...) O camelô André Ribeiro da Silva, de 35 anos, libertou sua ex-mulher Cristina, mantida sob a mira de revólver todo o tempo. (Portal G1, 10.11.2006)

Há meio ciclo de Júpiter o ônibus 174 virou manchete sangrenta nos jornais brasileiros (12 de junho de 2000, com Júpiter em Touro em conjunção com Saturno). Agora, com Júpiter no signo oposto, Escorpião, e fazendo quadratura com Saturno, temos um novo seqüestro, agora do ônibus 499, em Nova Iguaçu, em 10 de novembro de 2006. O seqüestro de 2006 durou mais do que o anterior e envolveu um maior número de sequestrados.

Num estranhíssimo novembro carioca no qual a temperatura do dia 10 não passou dos 17 graus quando deveria estar acima de 30 (e Bush não quer saber do protocolo de Kyoto...), em meio a pancadarias contra gays em Israel, violência estatal contra professores no México, e os próximos capítulos da novela nuclear de Piongiang/Teerã, o horror do ônibus 499 manteve-se de acordo com as configurações celestes daquele momento:

  • Stellium escorpiano;
  • O seqüestro foi iniciado durante a conjunção do Ascendente com Plutão, às 09:02 da manhã ou 08:02, já descontado o horário de verão;
  • Quadratura T com Saturno-Netuno e o stellium;
  • Mútua recepção de Júpiter (transporte coletivo) com Plutão.

Início do seqüestro do ônibus 499 - 10.11.2006, 9h02 (HV) - Nova Iguaçu, RJ - 22s45, 043w27.

Bem de acordo com essa situação bastante plutoniana, o noticiário informou que o seqüestrador disse pretender se matar pela vergonha que sentia.

Por outro lado, estamos vivendo uma epidemia de seqüestros virtuais em função do medo coletivo que se abate sobre as sociedades e o uso oportunista dos noticiários alarmistas na mídia para obter vantagens sobre pessoas de boa fé. Não apenas eu mesmo como também dezenas, sim, eu disse dezenas, de pessoas próximas, entre amigos, parentes e colegas de trabalho, já sofreram esse tipo de violência telefônica, sem, contudo, sermos vítimas da extorsão propriamente dita. Em apenas um caso o ladrão conseguiu extorquir R$ 5.000,00. O restante das vítimas conseguiu descobrir o trote ao longo do próprio diálogo com o sujeito do outro lado da linha.

Estamos diante de Netuno oposto a Saturno caracterizando nossos temores do desconhecido, do invasor imaginário, nossa necessidade de segurança e estabilidade confrontada com os meios modernos de comunicação que permitem que esse outro aterrorizante torne-se um pesadelo à luz do dia, mesmo sem presença concreta. A falta do que fazer, a perda de referenciais, o "não ter nada a perder" e a fragilidade de nossas ilusórias carapaças de status agora vêem-se diante da realidade fútil e egoísta, voltada para o luxo e para as posições de destaque que os holofotes das notícias e as vias burocráticas elevam à falsa categoria de liderança e referencial coletivos. Nas palavras do bandido que matou várias pessoas no ônibus queimado, incluindo um bebê: "A justiça agora quem faz é o marginal, a justiça não está mais na mão da justiça". E ele disse isso - ou algo semelhante - enquanto era levado para a cadeia, após sua condenação a 444 anos. Trata-se da mesma crise no sistema judiciário, internacional, cultural, religioso, moral, científico e acadêmico do trânsito de Plutão em Sagitário. Ai de nós, quando ele entrar em Capricórnio...

Ai do próximo ano, com o ingresso do Sol em Áries levando uma quadratura de Plutão, já a 28 graus do arqueiro...

Outros artigos de Carlos Hollanda.



Atalhos de Constelar 101 - Novembro/2006 | Voltar à capa desta edição |

Carlos Hollanda - Seqüestros no ônibus e ao telefone | O caso do ônibus 499 em Nova Iguaçu |
Márcia Mattos - Lançamento de O Livro da Lua 2007 | O que não fazer com planetas retrógrados |
Silvia Ceres - Um balanço de Plutão em Sagitário | Emergentes, estranhos e miseráveis | Os distúrbios em Paris, ou a obscuridade da Cidade-Luz |

Edição anterior:

Fernando Fernandes - O acidente do vôo Gol 1907 | Um Boeing na Floresta | O mapa da Gol, a empresa da barrinha de cereal |
Vicente Gigli - Aplicando técnicas de Astrolocalização | O acidente na Astrocartografia |
Fernando Fernandes - Astrologia e Preconceito | As sete inverdades mais comuns | Os astrólogos de vida dupla de Recife |
Raul V. Martinez - Astrologia e pesquisa histórica | O Grito do Ipiranga com precisão de GPS |
Carlos Hollanda - Astrologia básica | Após os 30 anos o Ascendente fica mais forte? |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva