Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 176 :: Fevereiro/2013

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

RIO DE JANEIRO

Os quatro avisos
de um temporal inesquecível

Raul V. Martinez

Em abril de 2010 o Rio de Janeiro enfrentou o mais devastador temporal em cinco décadas. Raul Varella Martinez mostra que uma tragédia dessa dimensão não poderia ser indicada por apenas um mapa.

Enchente

O grande temporal que se abateu sobre o Rio de Janeiro a partir do final da tarde do dia 5 de abril de 2010 causou deslizamentos, destruição, colapso na infraestrutura, no transporte e deixou mais de uma centena de mortes – na maioria, de moradores de áreas de encosta. Foi o maior temporal da história do Rio de Janeiro desde 1966. Tomando como base o mapa da fundação da cidade do Rio de Janeiro, este artigo analisa como a tragédia aparece indicada em vários mapas de retorno aplicáveis ao período.

Fundação do Rio de Janeiro

Fig. 01 - Fundação do Rio de Janeiro - 1º de março de 1565, 11h52 LMT.

Estácio de Sá fundou a cidade do Rio de Janeiro em 1º de março de 1565. Por processos usuais de retificação, tudo indica que isso se deu em torno das 11:52 LMT. A carta astrológica construída com esses dados (fig.01), possui elementos que concordam com essa tragédia e com características da cidade:

  • a Lua, Plutão, o Sol e Mercúrio no Meio do Céu, onde Mercúrio rege o Ascendente, mais Netuno no Ascendente, regente do agrupamento do Meio do Céu, concordam com a importância e a projeção do Rio de Janeiro;
  • suas belezas naturais, reconhecidas internacionalmente, concordam com Vênus na casa 9, se exaltando em Peixes no Meio do Céu – Vênus regente da casa 5, daquilo que é agradável;
  • seus contrastes e elementos culturais e festivos concordam com Gêmeos no Ascendente, onde estão Netuno e a Cauda. Ascendente que está em oposição a Urano, regente da casa 9;
  • Plutão, regente da casa 6, no Meio do Céu, em quadratura com o Dragão no horizonte (onde também estão Netuno e Urano), concorda com os desfiles carnavalescos e com os problemas ligados à população favelada.
  • As imagens simbólicas do grau do Ascendente, da Volosfera e do Calendário Tebaico,  concordam com o fato do Rio de Janeiro de ter sido a única cidade das Américas que foi capital de um reino europeu, assim como também concordam com suas conhecidas alegorias carnavalescas - um rei em seu trono, portando o cetro e o globo, e a rainha portando os mesmos atributos; ou um rei sentado em seu trono, segurando com a mão direita uma esfera e com a esquerda um cetro.

A tragédia de abril de 2010

Rio de Janeiro - Revolução Solar 2010

Fig. 02 - Retorno Solar do Rio de Janeiro para 2010 - 11.3.2010, 09h19 (-03:00).

A fig.02 é a Carta de Retorno Solar do Rio de Janeiro, para 2010. Estão em Peixes, além do Sol: Júpiter (algo muito grande, regente da casa 7 da fundação, e da casa 8 do retorno), Mercúrio (regente do Ascendente da fundação, junto de Plutão, Meio do Céu e Sol da fundação) e Urano (regente da casa 9 da fundação – casa das Forças Superiores, inclusive da Natureza; e regente da casa 10 do retorno).

A Lua está no Meio do Céu do retorno, em oposição a Marte no Fundo do Céu; na fundação a Lua está junto de Plutão no Meio do Céu, e Marte está na cúspide da casa 9.

No retorno, Saturno (regente da casa 9) está em oposição a Vênus na cúspide da casa 12, regente do Ascendente do retorno e da casa 12 da fundação.

Fig. 03 - Retorno Lunar do Rio de Janeiro para 14.3.2010, 09h04min52s.

A fig.03 é a Carta de Retorno Lunar do Rio de Janeiro, válida na época da tragédia. É uma figura bem parecida com a anterior, inclusive com Ascendentes bem próximos. A maior diferença está nas posições da Lua nas duas figuras.

Rio de Janeiro - Retorno de Mercúrio

Fig. 04 - Retorno de Mercúrio do Rio de Janeiro para 15.3.2010, 13h13.

A fig.04 é a Carta de Retorno de Mercúrio do Rio de Janeiro, válida na época da tragédia. Essa figura está sendo considerada por Mercúrio reger o Ascendente da fundação, além da casa 4.

Agora o agrupamento em Peixes está na casa 9, da Forças da Natureza, com Vênus (regente da casa 12 da fundação) na posição mais alta, em detrimento, em oposição a Saturno exaltado, mas retrógrado.

Morro do BumbaFoto: imagem da Rede Globo mostrando o resgate de vítimas no Morro do Bumba. Ali ocorreu o deslizamento com maior número de vítimas fatais: 47 mortos, alguns desaparecidos e dezenas de sobreviventes que perderam para sempre suas casas.

A fig.05 é a Carta de Retorno do Ascendente do Rio de Janeiro, construída para 8 de abril de 2010, dia em que ocorreu o deslizamento mais trágico, em área de antigo lixão em Niterói. Mercúrio, regente do Ascendente, está junto de Vênus, na cúspide da casa 12, em quadratura com a Lua, em Aquário, na casa 9. Onde a Lua do retorno está junto de Vênus da fundação. Plutão, que na fundação está no Meio do Céu, nesse retorno está na cúspide da casa 6. E a oposição de Saturno a Urano, no retorno, se dá com Saturno retrógrado na casa 4, do solo. Onde Saturno rege a casa 8, e Urano junto com Saturno regem a casa 9.

Rio de Janeiro - Retorno do Ascendente

Fig. 05 - Retorno do Ascendente do Rio de Janeiro para 8 de abril de 2010.

No final da tarde do dia 5, quando começou o temporal, o Dragão estava no Meridiano do Rio de Janeiro, com a Cauda no Meio do Céu, em quadratura com o Sol no Descendente. Sol, que na fundação rege a casa 3, dos meios de transporte, e está no Meio do Céu, entre Plutão (regente da casa 6 – trabalhadores) e Mercúrio, regente do Ascendente.

Concluindo

Se autoridades públicas considerassem com a devida antecedência as informações contidas em figuras desse tipo, certamente os problemas causados por tragédias naturais poderiam levar a um número menor de vítimas. Vamos esperar que um dia isso aconteça. Quem sabe, em futuro não distante, existam organismos oficiais ligados a Informações Astrológicas.

O texto de despedida de um astrólogo

Este artigo sobre o grande temporal que afetou o no Rio de Janeiro foi enviado por Raul, por e-mail, em 10 de abril de 2010, apenas dois dias depois da tragédia do Morro do Bumba. Era um sábado, e minha intenção era publicar o artigo na segunda-feira, junto com uma atualização do site. Não houve tempo: na noite de 11 de abril Raul sofreu um AVC e foi hospitalizado em caráter de urgência. Resolvi deixar o texto guardado, para publicá-lo assim que o autor deixasse o hospital. Contudo, depois de uma longa internação, Raul faleceu no início de julho daquele ano. Este acabou sendo, portanto, o texto de despedida de um astrólogo sempre antenado com a realidade social. (Fernando Fernandes, editor de Constelar)

Veja uma análise da técnica utilizada por Raul V. Martinez em:
Prevendo temporais desastrosos com o método das reiterações

Outros artigos de Raul V. Martinez.

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Fernando Fernandes - A polêmica do mapa de Lula | Nunca antes na história deste país... | Qual o Ascendente? |
Fernando Fernandes - Astrologia urbana | O incêndio da boate Kiss | Santa Maria da Boca do Monte |
Raul V. Martinez - Rio de Janeiro | Os quatro avisos de um temporal inesquecível | O método das reiterações |

Edições anteriores:

Fernando Fernandes - Presságios 2013 | EUA e China, Gigantes em perigo |
Celisa Beranger - Presságios 2013 | O mundo na mira de Urano e Plutão |
Dimitri Camiloto - Presságios 2013 | Boas notícias para o Brasil |
Vanessa Tuleski - Presságios 2013 | Crescendo com Júpiter |
Carlos Hollanda - Presságios 2013 | Não fuja, Urano, Saturno e Plutão vão achar você! |
Benedito Paccanaro - Pensamento Holístico | Assim na Terra como no Céu |
Fernando Fernandes - Brasil | Novos prefeitos, velhos problemas | Mapas de posse em cinco capitais |



Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva