Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 84 :: Junho/2005 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

PERFIL ASTROLÓGICO

MST, o Céu dos Sem Terra

Raul V. Martinez

A grande marcha do MST de maio de 2005

A grande marcha do MST, de 200 quilômetros, com cerca de 12 mil pessoas, chegou a Brasília no domingo, dia 15 de maio de 2005, sob a conjunção de Urano-Marte a 10 e pouco de Peixes, em oposição fechada à Lua da carta especulativa do movimento. Urano (o imprevisto), regente do Ascendente dessa carta; Marte (força, violência), planeta do Meio do Céu, regente do Meio do Céu e da casa 3, das comunicações e dos movimentos. Terminou em conflito entre sem-terra e policiais militares na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, no início da noite do dia 17. Um carro da PM tentou passar entre os sem-terra e teria sido atacado. Os policiais reagiram com cassetetes e a multidão avançou sobre eles com paus, pedras e mastros de bandeiras. Conforme o que foi noticiado, entre os soldados há 18 feridos e entre os sem-terra, 32.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu representantes do MST e se comprometeu a mudar os critérios de produtividade para definir desapropriações para reforma agrária - idéia que já havia provocado irritação de produtores rurais e discordância do ministro da Agricultura. O governo também prometeu liberar R$ 234 milhões bloqueados e enviar projeto de verba suplementar para assentar 400 mil famílias até 2006, 115 mil este ano.

Do jornal O Estado de S.Paulo de 18.05.2005, página A3:

"Ainda não sabemos de que forma o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que recebeu ontem uma comissão de representantes da entidade, poderá acolher a pauta de reivindicações do movimento, constante de 16 itens. Supomos, no entanto, que o presidente terá grandes dificuldades em atender a algumas delas. Com efeito, por mais que o presidente do Brasil desfrute de um bom relacionamento pessoal com seu colega norte-americano, achamos pouco provável que Lula consiga obter de Bush - para satisfazer a uma das exigências dos sem-terra brasileiros - a retirada das tropas norte-americanas do Iraque. (...) Observe-se que à grande marcha foram 'incorporados' habitantes de periferias urbanas, que jamais haviam tido qualquer experiência no trato com a terra. Certamente, há uma questão, que não consta do 'programa de governo' de 16 pontos do MST, que poderia ser bem encaminhada a partir do diálogo entre o presidente Lula e os coordenadores do MST. Seria o registro legal desse movimento, que apesar de ter assumido grande importância política e social, apesar de mobilizar muitos recursos (federais, estaduais e municipais), permanece em plena clandestinidade, atuando por meio de intermediários e sem ter a menor responsabilidade de prestação de contas. (...) o governo não passaria pelo constrangimento de receber um movimento fora da lei, sem existência jurídica - e aqui nem nos referimos aos métodos ilegais de que tem lançado mão para estruturar-se e crescer, tais como: o esbulho possessório; a depredação de bens públicos (como as cabines de pedágio) e particulares (como as sedes de fazendas); os saques de caminhões; o impedimento da liberdade de ir-e-vir das pessoas, por meio da ocupação e interdição de vias públicas; o cárcere privado a que submetem empregados de propriedades rurais produtivas; a ocupação de prédios públicos - e tantos outros atos de claro desrespeito à lei e à ordem pública."

Abril Vermelho

Em abril de 2004 o MST aumentou o número de invasões de terras e de protestos contra o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em todo país.

No início de abril Saturno transitava em oposição a Mercúrio do MST, dispositor da Lua, regente de sua casa 8. Durante o mês Marte e Vênus transitaram em Gêmeos, em oposição a Urano, Nodo Sul e Vênus do MST. Netuno esteve durante o mês de abril de 2004 em quadratura com Saturno do MST, e Urano esteve em trígono com Marte do MST. Júpiter Rx, durante o mês, esteve junto da Lua do MST. Plutão, também retrógrado, esteve em torno de 22 de Sagitário, próximo de Vênus do MST.

Testando o mapa especulativo do MST

Prêmios recebidos pelo MST, ou por pessoas ligadas a ele, entre 1986 e 1995
( http://www.mst.org.br )

  • O primeiro prêmio relacionado no site do MST é o "Vladimir Herzog" de Anistia e Direitos Humanos - 8ª Edição, concedido pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo, ao Jornal dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, na categoria Imprensa do Movimento Sindical e Popular, em outubro de 1986 (o dia não é fornecido).

Nessa época, além de Plutão estar em Escorpião (signo do Meio do Céu do MST), também estavam nesse signo, Mercúrio (jornalismo) e Vênus, regente da casa 9 (julgamentos) - casa que está em Libra (as avaliações). No dia 10 de outubro, Marte regente da casa 3 (comunicações) esteve sobre o Sol do MST.

  • No dia 8 de novembro de 1990, com o Sol sobre Saturno do MST, mais Plutão sobre Vênus, e Mercúrio - todos em Escorpião - o MST recebeu Menção Honrosa, do Prêmio "Vladimir Herzog", do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo. A entrega foi na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, e a homenagem veio em nome de Otávio Amaral, José Gowaski, Idoni Bento e Augusto Moreira, presos por 19 meses por causa do conflito da Praça Matriz.

Mais ainda, Urano estava sobre Mercúrio do MST, e Júpiter (legislativo) em trígono com Urano do MST (regente de seu Asc).

O massacre de Eldorado do Carajás, em 1996, foi um dos momentos mais dramáticos da história do MST. Na foto, cena do enterro das vítimas.

  • No dia 16 de outubro de 1991, quando Saturno e a Lua estiveram sobre o Sol do MST, e Júpiter em quadratura com Júpiter e a Lua da carta do Brasil, o MST recebeu a "CHAVE DA CIDADE DE PORTO ALEGRE", das mãos do prefeito Olívio Dutra - PT/RS, após Marcha de 450 Km.
  • No dia 9 de dezembro de 1991, com Vênus, regente da casa 9 (o estrangeiro, o distante) no Meio do Céu de sua carta especulativa, o MST recebeu o Prêmio "NOBEL Alternativo", concedido pela Fundação The Right Livelihood Awards - da Suécia. Concedido "Pelo Direito à Vida Plena" - ao MST e à CPT, no Parlamento Sueco, em Estocolmo. Nesse dia, Marte, Mercúrio e o Sol estavam em Sagitário (novamente o estrangeiro), e Urano, Netuno, Lua e Nodo Norte da Lua em Capricórnio.
  • Em 31 de março de 1992 o MST recebeu a Medalha "CHICO MENDES de Resistência", concedida pelo Grupo Tortura Nunca Mais - Rio de Janeiro. Prêmio criado em 1989 para homenagear a luta contra a ditadura militar, contra a tortura, e as lutas populares de resistência, em defesa dos direitos humanos e contra a violência rural e urbana. A medalha é entregue sempre no dia 31 de março, dia em que ocorreu o golpe militar, em 1964.

Nesse dia Júpiter estava em quadratura com Júpiter e com a Lua da carta do Brasil - astros associados à agricultura do país. E Saturno estava em quadratura com Saturno da figura do MST.

  • Em 8 de janeiro de 1993 o MST foi paraninfo da 2ª turma de formandos em Ciências Sociais da Unisinos de São Leopoldo - RS. Nesse dia houve uma tríplice conjunção, bastante fechada, do Sol com Urano e com Netuno, na casa 12 do MST. Conjunção que esteve em oposição a Marte e a Lua. Todos em quadratura com Júpiter, na casa 9 do MST.
  • Em 1993, Ivonete Tonin, por seu trabalho junto aos sem-terras, permaneceu presa por seis meses em Dourados (MS). Recebeu a Medalha "CHICO MENDES de Resistência", concedida pelo Grupo Tortura Nunca Mais, do Rio de Janeiro.
  • Em 25 de março de 1994 - dia em que houve conjunção de Saturno com Mercúrio, em oposição à Lua, todos em quadratura com Júpiter e Lua do Brasil -, Egídio Brunetto, destacando o trabalho do MST, recebeu prêmio (uma estatueta) concedido pelo Centro de Direitos Humanos Marçal de Souza de Campo Grande - MS.
  • Em 4 de novembro de 1994, com Vênus, Sol, Nodo Norte da Lua, Júpiter, Lua e Plutão, todos em Escorpião, o MST recebeu pelas mãos de Clara Charf, viúva de Carlos Marighela, o Prêmio Estadual de Direitos Humanos "EMMANUEL BEZERRA DOS SANTOS", concedido pelo Movimento Nacional de Direitos Humanos e Comitê em Defesa da Vida, do Rio Grande do Norte.
  • Em 16 de dezembro de 1994, dia em que Saturno estava em quadratura com Júpiter e a Lua da carta do Brasil, e a Lua esteve sobre esses astros, o MST recebeu certificado de "HONRA AO MÉRITO", concedido pela Associação Esportiva Juventus de João Câmara - RN.
  • Em 11.12.1995, Edgar Jorge Kolling, recebeu o Prêmio "ITAÚ-UNICEF DE EDUCAÇÃO E PARTICIPAÇÃO" (2° lugar), pelo programa de educação que o MST desenvolve nas áreas de assentamento da Reforma Agrária.
    - Em 15.12.1995 o MST recebeu o Prêmio "MEMORIAL DE LA PAZ Y LA SOLIDARIDAD ENTRE LOS PUEBLOS", concedido pela Fundación Servicio Paz y Justicia da Argentina.
  • Em 21.12.1995, Diolinda Alves de Souza recebeu a Medalha "Ordem do Mérito Legislativo Municipal" (Grau Insígnia), concedida pela Câmara Municipal de Belo Horizonte.

Na época desses três últimos prêmios houve agrupamento planetário envolvendo Sagitário e Capricórnio - signos que cobrem a casa 11 (dos amigos e projetos) do MST.

Leia outros artigos de Raul V. Martinez.

Leia também de Fernando Fernandes:
João Pedro Stédile e José Rainha, as caras do MST



Atalhos de Constelar 84 - junho/2005 | Voltar à capa desta edição |

Milosevic, o leão predador | O conflito na Iugoslávia | Milosevic e a limpeza étnica | A guerra do Kosovo |
MST, o céu dos Sem Terra |
Origens e mapa | Confirmando o mapa | Lideranças: Stédile e Rainha |
Ademar Eugênio de Mello | Perfil de um pesquisador |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva