Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 108 :: Junho/2007 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

PESQUISA ACADÊMICA SOBRE SITES ASTROLÓGICOS

Astrologia e Internet

Titi Vidal

A web é ainda uma ferramenta subutilizada no marketing de serviços astrológicos. O fato novo é que já existe uma geração de clientes disposta a escolher um astrólogo com base exclusivamente em informações obtidas na Internet. Ptolomeu no monitor do micro

Faço pós-graduação em comunicação empresarial e relações públicas na faculdade Cásper Líbero e, no primeiro semestre de 2009, cursei uma matéria chamada Comunicação e negócios na sociedade digital. Por ser astróloga e ter uma grande afinidade com a Internet e, por ter uma grande quantidade de clientes e alunos que chegam até mim por este tipo de mídia, surgiu a vontade de fazer uma pesquisa relacionada a este tema.

Minha intenção principal era investigar por um lado como os astrólogos utilizam a Internet nos dias de hoje como ferramenta de divulgação e marketing pessoal. Por outro lado, quais os critérios utilizados pelo público interessado ao procurar um Astrólogo através do mundo virtual.

Assim, entrevistei astrólogos e pessoas interessadas em Astrologia, com o objetivo de traçar um paralelo entre a forma utilizada pelo primeiro grupo em sua divulgação e o que o público espera afinal. Elaborei um questionário para cada grupo e entrevistei diversas pessoas. A tabulação da pesquisa encontra-se no trabalho a seguir apresentado.

Ressalto que este trabalho partiu, em primeiro lugar, de uma curiosidade pessoal, já que utilizo muito a Internet em meu marketing pessoal e tenho um bom retorno desta forma. Por outro lado, vejo a consultoria astrológica como um serviço extremamente pessoal e justamente por isso a curiosidade em saber como uma pessoa decide optar por determinado astrólogo com um contato apenas virtual.

O objetivo inicial era poder melhorar minha atuação na web, levando as conclusões ao conhecimento dos demais astrólogos, para não apenas melhorarmos nossa divulgação, mas também e principalmente para criar uma forma mais efetiva e positiva de divulgar a Astrologia como um todo, de forma séria e responsável, atingindo um público cada vez maior.

Metodologicamente, a pesquisa visava ser quantitativa e qualitativa.
O que pude notar ao final da pesquisa e também com diversas buscas feitas na internet, é que ainda não temos uma receita final, uma conclusão de qual seria a melhor forma de utilizar a web na divulgação astrológica, assim como ainda não se tem esta fórmula para nenhuma outra área, produto ou serviço.

Mas percebi que muitas coisas já se mostram extremamente eficientes neste mundo digital e que podemos tirar melhor proveito disso.

Em relação aos astrólogos, percebi haver ainda uma grande resistência em utilizar a internet por parte de muitos profissionais, por razões das mais variadas. Até mesmo em relação aos que utilizam a web, muitos aproveitam pouquíssimas das ferramentas que têm a disposição e não costumam avaliar a eficiência do que fazem. Grande parte das vezes por nem saber que existem ferramentas excelentes que permitem avaliar o desempenho de uma campanha on line, de seu site, etc.

O mundo virtual é ainda algo muito novo para muitos astrólogos, que poderiam utilizar muitos recursos a mais para divulgar não apenas seu serviço pessoal, mas a própria Astrologia.

Até porque em algumas buscas que fiz na web é possível notar que, como em qualquer outra área, muita bobagem se fala sobre Astrologia e por isso é fundamental que cada vez mais astrólogos possam divulgar uma Astrologia mais séria e profissional na Internet, cuja velocidade ao levar a informação é ainda única e a mais rápida possível.

Quanto ao público interessado em Astrologia, pude notar que muitos dos entrevistados se consultariam com um profissional encontrado em uma busca virtual, e os critérios mais citados costumam ter afinidades e pontos em comum.
Ficou claro que na busca por um astrólogo pela Internet há comparação de profissionais e diversos fatores são levados em consideração na escolha de um site e, consequentemente, de um profissional.

Ainda as pessoas que não buscam serviços como Astrologia virtualmente, nos dias de hoje geralmente utilizam a web para obter mais informações acerca da pessoa com quem desejam agendar uma consulta.

Assim, diante de tudo que foi falado pelos entrevistados, aliado a minha experiência pessoal e de outros astrólogos entrevistados, pude chegar a algumas conclusões e a uma proposta de melhoria na utilização da Internet como ferramenta de divulgação e marketing pessoal para Astrólogos, especialmente utilizando os novos recursos que a web apresenta, como mídias sociais e web 2.0.

Por fim, o trabalho não tem o intuito de ser totalmente conclusivo, tendo em vista que o mundo virtual ainda é relativamente recente e está passando por constantes transformações e mudanças. Com isso, é preciso estarmos atentos a cada novidade e termos a flexibilidade necessária para adaptar nosso marketing a cada novo recurso que surge na web.

Baixe o pacote zipado com o texto do trabalho e os formulários de pesquisa.

Saiba mais sobre Titi Vidal.

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Carlos Hollanda - Mercúrio, inteligência emocional e mal-entendidos | Mercúrio retrógrado e Inteligência Emocional |
| Memória hábil e mal-entendidos |
Luiz Roberto Delvaux de Matos - Teoria Astrológica | Astrologia e (falta de) rigor conceitual |
Titi Vidal - Pesquisa acadêmica | Astrologia e Internet |

Edições anteriores

Lúcia D. Torres - A trajetória de Plutão de Câncer a Capricórnio | A profecia kafkiana | Pai, uma espécie em extinção |
Tereza Kawall
-
Júpiter em Aquário | Zeus e Prometeu, a aliança possível |
Mihail Lermontov -
Novas propostas | Tun, o Calendário Maia da Evolução da Consciência |
Gerson Pelafsky -
A crise do Irã na Astrologia Tradicional | A primavera de Teerã |
Equipe de Constelar -
Memória da Astrologia Brasileira | O legado de Valdenir Benedetti |
Fernando Fernandes - A gripe suína e a vingança de Montezuma | Gripe suína e peste negra | A vingança de Montezuma |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva