Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 148 :: Outubro/2010 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

ENTENDENDO SATURNO-NETUNO

O segredo de Brokeback Mountain

Vanessa Tuleski

Entre a fantasia e o limite

EnnisEnnis com a camisa ensanguentada
de Jack: tudo o que restou

Quando aceitou o fatídico trabalho, Ennis era um jovem curvado pela lembrança opressiva da morte violenta que presenciou na infância, e também pelas perdas, interrupções e abandonos, já levando consigo o gérmen deste fado, pronto para fazê-lo repetir. Jack foi o seu tornado, o acidente que aconteceu entre o trabalho temporário e o casamento programado. A pessoa que lhe deu o amor mais sublime de sua vida, intimidade e proximidade, mas, também, a sua derrocada. Ao primeiro acidente, o encontro com o peão de rodeio, sobreviveu, honrando o compromisso com sua noiva, vivendo seus melhores anos, confiando na sua força e no seu trabalho. O segundo acidente, o retorno de Jack, o quebrou, conquanto já não fosse um homem expansivo e tivesse tendências limitadoras e castradoras. Mas teria vivido até o final de seus dias assim com sua mulher e obtido alguma satisfação em criar suas filhas, casá-las e receber seus netos. Jamais em sua vida esperou se apaixonar por um homem. Seu sonho era o de ser como os outros: casar, progredir e ser respeitado (Saturno). Em seu íntimo, nunca aceitou sentir o que sentia, o que para ele era desgraça e vergonha supremas: amar outro homem e desejá-lo mais do que tudo. Não conseguir vencer este inexplicável sentimento erótico e amoroso. Quantos homossexuais no passado e no presente já não passaram pelo mesmo que Ennis? Quiseram não ser quem eram? Pode ter partido de Jack a ideia da primeira investida, mas Ennis consentiu com a segunda, a terceira e com todas as outras. É Netuno, o sentimento e o inconsciente, muito maior do que Saturno, as ordens, as leis, as convenções e a própria pessoa.

No início, ele e Jack tiveram as pescarias na montanha. Sim, pescarias, regidas por Netuno, e duplamente por este planeta porquanto falsas (mentiras pertencem ao universo de Netuno), visto que nunca um peixe foi pescado. Mas foi numa dessas ocasiões que Jack fez a proposta que Ennis negou tantas vezes quanto lhe fosse apresentada, até que nunca mais fosse feita, quando Jack Twist morreu, aos 39 anos, na quadratura Netuno/Netuno. Nas proximidades desta quadratura, as pessoas confrontam suas ilusões, e tentam descobrir o que é possível e o que não é, os sonhos e aquilo que é simples fantasia. Pouco depois que o esperançoso Jack finalmente se dá conta de que nunca poderá estar próximo de Ennis, e que ele terá cada vez menos do homem que ama, morre assassinado. E, quanto ao segundo, não há um final definido, ao menos no filme, que simplesmente se interrompe logo depois que um homem alquebrado emocionalmente balbucia uma frase que também não termina. Netuno puro, desmilinguindo-se como o faquir de Kafka. O tempo (Saturno) contra o sonho (Netuno). O sonho dos homens contra aquele tempo.

As complicadas manifestações de Saturno/Netuno

Desesperança: esta é a palavra chave dos trânsitos de Saturno/Netuno. Saturno, o que tira, o grande “de” do zodíaco: desiludido, desencarnado, desalmado. Saturno formou conjunção, oposição e quadratura exatas com Netuno nos últimos sessenta anos em 1952/1953, 1963, 1971/1972, 1979/1980, 1989, 1998/1999, 2006/2007, mas é preciso checar as efemérides, pois, por exemplo, em 1970, Saturno e Netuno estiveram opostos em Touro e Escorpião apesar de a oposição ainda não ter sido exata. Contudo, o clima já estava presente, por certo.

 Os nascidos nestes períodos talvez tenham que lidar, em menor ou maior grau, com alguns elementos presentes neste filme, em especial na psicologia de Ennis. No início, é uma história vibrante (em sua porção Jack) e depois de algum tempo começa a se repetir como a trajetória de seus dois protagonistas, que não conseguem sair do lugar e nem renunciar um ao outro. Algumas pessoas que possuem contatos Saturno/Netuno podem ter uma teimosia profundamente inconsciente e autossabotadora como a de Ennis, ou encontrarem em suas famílias ou relações mais próximas quem as tenha. Gente que não irá desistir de sua decisão por uma derrocada ou pelo isolamento.

Virginia WoolfA escritora Virginia Woolf, conhecida pelos seus surtos depressivos, nasceu com uma conjunção Saturno/Netuno no signo de Capricórnio.

Esta teimosia é a de negar a vida, ou que seria mais saudável ou mais fácil. Aferrar-se ao impossível ou, simplesmente, tornar-se impossível. E, no caso de Ennis, levar quem estiver junto para o fundo do oceano, pois trata-se de outro teimoso, ainda que na pele de um insistente (Saturno) sonhador (Netuno), que não pode ter o que quer e nem deixar de sofrer pelo que não tem, paradigma que se aplica tanto a Jack (que quis ter Ennis) quanto a ele próprio (que desejou respeito e não ser homossexual). Ou seja, quem tem este aspecto ou está passando por um trânsito de Netuno a Saturno, pode ter alguns embates dolorosos com situações muito difíceis de se concretizar. Pode se sentir atraído por alguém que será um Netuno (uma pessoa que tem grandes problemas com o princípio da realidade) ou ser o Netuno de alguém (a parte que dificulta ao máximo, que inviabiliza). E nisso vão-se alguns anos, dois, três, nove, vinte. Mas o oposto também ocorre: pode-se desistir do que seria viável e também largar esforços (Saturno) pela metade (Netuno). Ennis desistiu do amor antes mesmo de cogitar tentar. As relações com figuras parentais e de autoridade (Saturno) também podem ser atribuladas por este aspecto, pois ou os pais são ausentes, como foram os de Ennis (que faleceram, sendo que nenhum irmão assumiu integralmente a função), ou não compreendem a pessoa, como o pai e o sogro de Jack.  

Fracasso: eis um dos pesadelos de Saturno/Netuno. E quanto maiores as doses de fracasso (real ou imaginário), mais desce a areia movediça debaixo dos pés. “Eu não posso ter o que eu quero” é o mantra deste aspecto, tanto quanto “eu quero ter o que eu quero, exatamente como eu quero”. Não sabe qual dos dois é pior ou o quanto estão interligados. Eventualmente, isto é vivido de um modo menos dramático. A pessoa pode ter a sua fase Netuno, de idealismo com baixo retorno material (a vida de Ennis), ou de maior enquadramento (Jack). De toda forma, parece estar configurada a divisão entre o ideal (Netuno) e o prático (Saturno). Em casos harmoniosos, pode-se tentar organizar a dimensão da realidade e do sonho e falta de limites. Alguns representantes destas gerações se amarguram (Saturno) com a brutalidade da realidade e da mesquinhez dos homens ou aprendem a perdoar, infinitas e exageradas vezes (Netuno). Há, ainda, os que se habituam à realidade, por entenderem que Netuno está distante demais e é mesmo perigoso deixá-lo por perto. Há que se controlar (Saturno) a idealização (Netuno). Há que se instalar no coração os anticorpos que previnam a fantasia, a vulnerabilidade e sua terceira irmã, a decepção. O horror de se tomar ocos cenários por paisagens.

Uma outra característica destes aspectos é que as máquinas podem parar. Saturno é a produção, Netuno é o esquecimento e as falhas, os acontecimentos de ordem maior. Os carros que não fazem curvas. Algumas pessoas nascidas com esta combinação em seus mapas – ou gente bem próxima ligada a elas – podem ter fases de esforço, arrumação, eficiência (Saturno) alternadas com outras em que se perdem tanto que nem sabem quanto tempo dormiram (Netuno). Os longos (Saturno) hiatos de nada (Netuno). Isto pode acontecer em uma esfera profissional, afetiva, emocional ou em todas. Foi o que ocorreu com Ennis, que antes do reencontro com Jack se sentia um homem eficiente (ainda que profundamente nostálgico do que tinha vivido), e após, esmagado, sobretudo quando a mola-mestra do que ele pretendia construir, a esposa-irmã, se separou dele.

Quando Saturno e Netuno formam aspectos dissonantes (conjunção, posto que regem princípios muito diferentes, passíveis de entrar em choque, quadratura e oposição) pode pairar no ar uma pesada nuvem de depressão e saudade por alguma coisa que se quis e não se teve, ou que se teve e se espatifou no chão, e uma profunda solidão. Não é de surpreender que este aspecto possa motivar tanto as buscas quanto as crises filosóficas e espirituais. Saturno, o cético, em disputa com Netuno, o que enxerga anjos no horizonte, sanidade nos loucos e rumo nos incorrigíveis.

Saturno/Netuno também pode simbolizar as situações que não se definem, como Ennis foi ao longo de todo o filme, em que não angariou o sucesso e o respeito que gostaria e nem viveu plenamente o amor que lhe foi reservado. E como foi para Jack, que sempre ficou à margem e espera de um homem muito difícil, o que Ennis, com toda a consideração ao seu sofrimento, nunca deixou de ser. Aliás, esta combinação no mapa pode gerar pessoas bem difíceis ou que encontrarão alguém assim. Complicar ao máximo a vida pode ser um dos subprodutos deste aspecto.

Saturno/Netuno também rege o medo do tempo. O tempo que não trará o que foi prometido e se esgotará como uma bomba-relógio. Não haverá reconhecimento (Saturno). As engrenagens não irão funcionar. A criança não aplaudirá o falso palhaço, que mais parece o Coringa borrado de Batman. Nenhum pote de ouro ou arco-íris (Netuno) no fim do caminho, restando somente os ossos (Saturno).

Outras crenças inconscientes podem ser a de que o que é bom ocorre apenas uma vez e, não raro, quando não estamos prontos. Perdem-se oportunidades que vão embora. Ainda que ardentemente desejados, milagres (Netuno) ou são escassos ou muito demorados (Saturno), raramente obedecendo às urgências, vindo no tempo em que estão sendo clamados. No mapa astral, esta combinação pode ter esta voz, embora haja outras que digam outras coisas. Mas esta algumas vezes sussurrará sua tristeza, desânimo e cansaço. Quem sabe para, depois, se levantar, persistir (Saturno) e começar de novo. Esforçar-se (Saturno) para crer (Netuno) em alguma outra nova coisa, ainda que com algum medo (Saturno) secreto da próxima mentira ou armadilha (Netuno).

Cartaz camisas superpostasSaturno/Netuno pode ser responsável por finais estranhos, como acontece no filme. O (não) desfecho de Brokeback Mountain foi muito comentado, ora sendo chamado de surpreendente, ora decepcionante. Estruturas mal ajambradas da vida de quem tem este aspecto podem se esfarelar no amargor. O tempo (Saturno) pode ir corroendo o sentido, o sentimento, a ligação (Netuno), e o fim pode vir bem antes, na rija dança da impossibilidade. Dificuldades de comunicação também parecem ser uma característica desta combinação, mesmo quando ela não ocorre em signos diretamente ligados a isto. Muros (Saturno) intransponíveis (Netuno) ou quase.

Ennis, a figura-chave deste filme, é um homem já de início com sérias dificuldades emocionais e que, com a perplexidade de sua condição, foi ficando cada vez menos articulado, a expressão do amor em um esgar da boca, mas os olhos como um fundo poço onde jazia tudo de que foi privado, ou, o que é ainda mais perverso, tudo de que privou a si mesmo e aos outros (o amante, a ex-esposa e as filhas). Na figura de triste cowboy, é o Netuno mais rígido que já se viu e o Saturno mais melancólico que se conheceu. Do encontro entre a bruma (Netuno) e a escuridão (Saturno) nasceu a sombra.

Ennis Del Mar: o grande amor de sua vida paralisando-o como veneno de cobra. Para não ficarmos como ele, temos de perguntar se ele se equivocou. Sim? Não? Sabemos apenas que ele não quis ficar com o possível (Saturno), e com o impossível ficou. A fantasmagórica companhia de Netuno.

Outros artigos de Vanessa Tuleski.

Veja também: Descobrindo Netuno em Netuno

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Vanessa Tuleski - Entendendo Saturno-Netuno | O segredo de Brokeback Mountain |
| As complicadas manifestações Saturno-Netuno | O filme |
Vanessa Tuleski e Redação | Astronomia e Astrologia | Descobrindo Netuno em Netuno | As respostas do jogo |
Fernando Fernandes | Ciclos planetários | Salve-se quem puder: Saturno-Plutão escada abaixo |

Edições anteriores

Redação - Presságios 2010, as previsões e os fatos | O clima geral do ano | Carlos Hollanda | Celisa Beranger |
| Fernando Fernandes |
Ana Maria Gonzalez -
Astrologia aplicada ao cinema | Os segredos dos olhos de todos nós: as muitas faces da lua |
Fernando Fernandes
- Raul Varella Martinez | O legado de um grande astrólogo |
Redação - A quadratura T de 2010 | Uma configuração inesquecível |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva