Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 160 :: Outubro/2011 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

PERFIL ASTROLÓGICO

Steve Jobs, a Grande Quadratura
por trás da Apple

Fernando Fernandes

Você confiaria num empresário desconhecido, com ideias malucas e uma oposição Marte-Netuno no eixo das casas financeiras? A HP também não confiou. E perdeu a chance de desenvolver o projeto do Apple, o computador que mudou para sempre nossa relação com a tecnologia.

Steve Jobs

Não, o gênio que trouxe a tecnologia para o cotidiano das pessoas comuns não tinha um stellium em Aquário e muito menos o revolucionário Urano sobre um dos ângulos da carta. Para decepção de alguns estudantes apressados, Steve Jobs tinha o Sol em Peixes - talvez o signo que menos nos faça pensar em computadores - e em trígono com Netuno, significador das ilusões. Pior ainda: seu Sol está na casa 6, da rotina produtiva, e Netuno ocupa a 2, dos ingressos financeiros e da capacidade de atrair recursos. À primeira vista, parece mais o mapa de um hippie sonhador do que do CEO de uma das maiores empresas do mundo, certo?

Na verdade, o fundador da Apple foi mesmo um pisciano até a raiz dos cabelos: filho adotivo, adolescente cheio de ideias mirabolantes, jovem que não conseguiu terminar a faculdade, "riponga" com inclinações budistas, tudo levava a crer que poderia ser mais um daqueles netunianos desajustados, sempre dependente da família e com a cabeça no mundo da lua.

Falamos em Lua? Pois ei-la na casa 7, em Áries, mesmo signo que abriga também Marte, seu próprio regente. Dois planetas pessoais num signo cheio de iniciativa, e na casa da relação com o público. Jobs tinha a capacidade de entender o que os compradores desejavam (Peixes na cúspide da 7 indicando empatia) e também a disposição para sair na frente dos concorrentes na disputa pela clientela. Áries é um signo de batalhas e conquistas, e Jobs foi um guerreiro que levou seus produtos ao próprio coração do "território inimigo": o lar da classe média conservadora, que jamais pensara antes em adquirir um computador.

Steve Jobs carta natal

24.2.1955, 19h15 (-08:00) - San Francisco, California - 122w25, 37n46.
Carta natal segundo o Astrodatabank (sistema de casas Placidus),
com dados extraídos diretamente da certidão de nascimento.

Pensando bem, o conceito de PC (personal computer, ou computador doméstico) tem tudo a ver com Urano em Câncer. A geração nascida sob esta combinação, do final dos anos 40 a 1955, foi a primeira a sonhar em trazer a tecnologia avançada (Urano) para dentro de casa (Câncer). Na segunda metade dos anos 70, quando a popularização da informática começava a tornar-se realidade, essa geração com Urano em Câncer tinha pouco mais de vinte anos, e seus representantes mais geniais inventavam produtos revolucionários em oficinas de fundo de quintal. Quando a geração de Urano em Leão entrou em cena, já encontrou o cenário todo pronto para o grande salto rumo ao sucesso. Bill Gates, com Urano no início de Leão, é um exemplo clássico de empresário que deu certo com base no "jeito Urano-em-Câncer de fazer negócios".

Voltando a Steve Jobs: que tal um mapa onde o guerreiro Marte recebe uma oposição do sonhador Netuno e uma quadratura do impaciente Urano? E se agregarmos a tudo isso uma oposição Vênus-Júpiter, tradicionalmente associada à boa vida e ao desperdício, para formar uma grande cruz em signos cardinais? Definitivamente, não parece o mapa de um dos homens mais bem-sucedidos do mundo. Lembra mais o mapa de um jogador visionário e pouco prático, que tenta grandes tacadas com projetos estapafúrdios que ninguém leva muito a sério. Ocorre que, relendo a biografia do fundador da Apple, descobrimos que Steve Jobs era exatamente isso: um visionário que sonhava alto e tinha projetos que, a princípio, despertaram apenas ceticismo em quem teve a oportunidade de conhecê-los. Que o diga a poderosa HP, empresa onde o sócio de Jobs, Steve Woniak, trabalhava como funcionário. Jobs e Wozniak mostraram seus planos à HP, que recusou de imediato o projeto de um micrinho pessoal chamado Apple I. Essa decisão liberou os dois jovens para criar uma fabriqueta de fundo de quintal, cujos primeiros produtos foram vendidos para os vizinhos. O resto da história todos conhecem... e a HP detesta ouvi-la.

Todo aspecto astrológico é uma faca de dois gumes, e pode manifestar-se numa grande variedade de formas. Uma tensão Marte-Netuno pode, por exemplo, sinalizar uma agressividade (Marte) desfocada (Netuno), ou um comportamento destrutivo (Marte) decorrente de uma atitude escapista (Netuno). Jobs trabalhou o que havia de mais positivo na oposição Marte-Netuno ao manifestá-la como iniciativa (Marte) inspirada (Netuno). A Apple era mesmo um negócio de alto risco (quadraturas de Marte a Urano e Júpiter) e mais de uma vez esteve à beira da falência. Mas Jobs usou muito bem sua incrível capacidade de disfarçar o vendedor combativo (Marte em Áries na 8) sob a aparência de filósofo precursor de uma tecnologia mais humanizada (Netuno em Libra). A partir daí, a oposição de Vênus a Júpiter-Urano, em vez de funcionar como indicador de desperdício e consumo compulsivo, passou a funcionar como indicador de... desperdício e consumo compulsivo DOS OUTROS! Jobs, como poucos empresários, soube explorar a irresistível tendência humana para a compra por impulso. Todos os produtos da Apple jogam com o desejo (Vênus) da aquisição instantânea (Urano), com base num processo de sedução (Netuno) agressivo e fulminante (Marte em Áries). E, com Júpiter ativando toda a configuração, é claro que Jobs fez tudo isso numa escala gigantesca.

Netuno (a fantasia) em trígono com o Sol e numa casa de ingressos financeiros também fala de outra área em que Jobs revelou-se genial: durante alguns anos, ele perdeu o controle da Apple e foi obrigado a afastar-se da empresa. Comprou então do cineasta George Lucas uma empresa de animação gráfica aparentemente sem muito futuro. Essa empresa, rebatizada como Pixar e comandada pela competência de Jobs, logo tornou-se fornecedora de serviços para a Disney, revolucionando a indústria do desenho animado. No filme Toy Story I, de 1995, Steve Jobs aparece nos créditos como um dos produtores executivos. Ele acabou vendendo a Pixar em troca de uma polpuda participação na Disney, tornando-se assim também um empresário na área do entretenimento infantil. Netuno na 2, Gêmeos no Meio do Céu e Mercúrio em Aquário na criativa casa 5: é o mapa de Steve Jobs - ou, se você preferir, o mapa do pai de Buzz Lightyear.

Toy Story

O nome de Jobs nos créditos de Toy Story I (1995).

O Ascendente Virgem parece estar presente no escrúpulo com que Steve Jobs tentava conduzir as relações com os usuários de seus Macs, iPhones e iPads. A Apple foi uma das primeiras empresas a perceber que controle de qualidade do produto final e honestidade no trato com o comprador eram fatores de lucratividade. Sob este aspecto, construiu uma reputação anos-luz à frente de sua principal concorrente, a Microsoft (vista como uma empresa antiética e gananciosa). A aparência de Jobs, um workaholic sempre vestido com discretos trajes escuros, também ressalta o fator virginiano e contribui para criar a imagem de um sujeito genial, mas em quem se pode confiar. A morte decorrente de uma degeneração no sistema digestivo (câncer no pâncreas) também faz pensar em Virgem, pois relaciona-se a processos regidos por este signo.

Desnecessário lembrar quanto Steve Jobs contribuiu para moldar o ambiente tecnológico em que vivemos hoje. Sua influência sobre o estilo de vida da moderna sociedade de consumo ainda não pode ser totalmente avaliada. E tudo isso com uma Grande Quadratura envolvendo metade da carta, como se para lembrar que não existem configurações astrológicas negativas: sucesso ou fracasso dependem apenas de como aproveitamos o potencial que o céu nos indica.

Outros artigos de Fernando Fernandes.

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Fernando Fernandes - Perfis astrológicos | Steve Jobs, a Grande Quadratura por trás da Apple |
Fernando Fernandes - Astrologia e História do Brasil | O Cristo Redentor e sua marca uraniana |

Edições anteriores

Adonis Saliba - Entendendo Aquário | Aquário e a caixa de Pandora | Nostradamus e as guerras de Bush e Obama |
Raul V. Martinez - Teoria | Casa IV, sempre significadora de mãe |
Blogs de Constelar - Eventos | Sinarj e Apocalipse |
Divani Mogames Terçarolli - Mitologia | Três signos, três histórias e seus arquétipos paternos |
Divani Mogames Terçarolli - Comportamento | O papel de pai em tempos de Plutão em Capricórnio |



Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva