Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Arquivos de Constelar :: Edição 03 :: Setembro/1998 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

ASTROLOGIA COLETIVA

As perspectivas do fim do milênio

Carlos Hollanda

Brasil: sobrevivendo à tempestade

O Brasil, todavia, entra em seu período de maior expansão ainda este ano de 95, embora possa ter que enfrentar as crises vindouras com pouca infra-estrutura. De qualquer maneira, o simbolismo de Plutão em trânsito - fazendo uma harmônica aspectação de trígono com o Plutão do mapa astrológico do país - revela o quanto estaremos desenvolvendo nossos potenciais ante a tendência conflituosa do mundo. A mentalidade coletiva terá a sensação de ter sobrevivido a uma tempestade em alto mar. Possivelmente, os brasileiros estarão mais integrados como nação. Estarão aptos a expressarem-se mais completamente do que em outro período de nossa história.

O país estará eliminando seus "hábitos indesejáveis" gradativamente, tornando-se de fato um país de primeiro mundo. Poderemos passar por novas reformas na identidade nacional e no poderio econômico, que estará maior que o atual e deverá estar recebendo boa parcela não só do Mercosul, mas também do mercado mundial.

No ano 2000, em face da ocorrência da conjunção Júpiter/Saturno sobre o Saturno do Brasil, poderemos ter uma enxurrada de alterações na Constituição ou talvez seja criada uma forma de lei paralela enquanto as alterações necessárias não são aprovadas. [3] Disputas de terras e crise no setor das telecomunicações e/ou ensino devido a uma desestruturação em suas linhas de comando. [4] Também uma urgência muito maior na situação dos chamados meninos de rua se fará presente. A teimosia de algumas instituições brasileiras oferecerá resistência às mudanças requeridas, provocando distúrbios desnecessários. O medo que estas instituições ou seus líderes sentem de expor seus esquemas irá, por si só, condená-los à catástrofe. Lutas pelo poder e de classes podem ocorrer na inobservância destes fatores. Deverá ser dada extrema atenção às formas de tratamento psiquiátrico atualmente utilizadas.

Em 97, algumas das questões acima poderão estar causando espasmos entre as forças armadas - Lua em conjunção com Marte e em oposição com Saturno - o que simboliza um possível descontrole entre os elementos de alta patente e o provável surgimento de um ramo inovador entre os militares. [5]

Conclusão

Em todas as partes da Terra, a fome de controle sobre as inovações causará danos ao desenvolvimento. Tal como já temos visto com relação à tentativa de comercialização da Internet, muitos outros setores correm o risco de serem monitorados pelas grandes corporações. [6] Para que isso não ocorra, será preciso que, como já disse antes, as pessoas tenham condições de chegarem a um estado de individualização, não individuação no termo de C.G. Jung, mas pelo menos de terem a consciência de que precisam cuidar de si mesmas e de que não é necessário que decisões sejam tomadas sem que seu desejo seja expresso e cuidadosamente pesado e considerado. Este é o ideal da vindoura Era de Aquário: unidade na diversidade, massificação sem que as pessoas percam seus brilhos de criatividade e seu senso de auto-importância. A unidade isolada, seja ele um indivíduo, uma cidade ou um país, é tão importante quanto a coletividade. O atual surgimento de pequenas repúblicas em conflito com as coalisões exemplifica a necessidade de que sejam preservadas suas identidades originais. Todavia, isto não deve dar lugar à intolerância.

Notas do Editor [acrescentadas em 1998]

[1] Efetivamente, verifica-se um uso crescente da Internet como recurso de expressão de minorias étnicas, grupos separatistas, seitas e movimentos de resistência política e cultural. É o caso das campanhas internacionais pela libertação de Timor Leste e da divulgação mundial das idéias do Exército Zapatista, no México.

[2] As atenções do mundo estão voltadas, desde outubro de 1997, para a crise econômica que se abate sobre o Japão, a Rússia e os "Tigres Asiáticos", fruto da globalização de mercados e da fragilidade das economias nacionais aos ataques do capital especulativo. As crises asiáticas de outubro de 1997 e de julho/agosto de 1998 têm provocado fortes reflexos nas bolsas de valores e nas políticas cambial e de juros dos países do Ocidente, incluindo o Brasil.

[3] As reformas administrativa, previdenciária e tributária, tentadas pelo governo de Fernando Henrique Cardoso, não puderam ser plenamente concretizadas até a presente data. Tudo indica que voltarão a ser tentadas a partir de 1999, o que permite prever novos impasses constitucionais nos próximos dois anos.

[4] A questão da terra vem-se tornando cada vez mais explosiva, levando a crer num acirramento do confronto entre o governo e o MST nos próximos anos. Na área de telecomunicações, o recente processo de privatização transferiu para grandes conglomerados multinacionais o controle acionário das empresas de telefonia e transmissão de dados à distância, sem que a agência governamental encarregada da fiscalização das novas controladoras tenha tido tempo de estruturar-se em termos de pessoal e recursos tecnológicos.

[5] Esta previsão concretizou-se de forma dramática: 1997 foi marcado por reivindicações salariais e greves nas polícias militares de vários estados, com ocorrência de distúrbios de rua e divulgação da insatisfação das tropas com o distanciamento e a falta de diálogo dos comandantes. Os fatos mais graves ocorreram em Belo Horizonte, onde um policial grevista matou a tiros um superior, durante uma manifestação que degenerou em pancadaria. Por outro lado, vieram à tona revelações sobre a absoluta falta de comando dos comandos militares de Rio de Janeiro e São Paulo sobre setores da polícia que matavam, espancavam e submetiam a humilhações moradores de áreas faveladas de bairros da periferia (Cidade de Deus e Guarulhos). As imagens de espancamentos e assassinatos realizados por policiais, exibidas pela TV, chocaram todo o país.

[6] O recente processo movido nos Estados Unidos contra a política monopolística da Microsoft já aponta nesta direção. Em outras áreas, como petróleo, bancos e redes de comunicação, a tendência para fusões e incorporações tem criado, já em 1997/98, mega-empresas com poder de influência muito superior ao da maioria das nações independentes.

Nota do Editor [acrescentada em 2005]

Algumas das previsões de Carlos Hollanda em 1995 revelaram-se excessivamente otimistas, mas outras mostraram-se bastante certeiras. Por exemplo, quando ele fala da passagem de Plutão por Sagitário, entre 1995 e 2008, acrescenta que:

A fé cega poderá gerar problemas de ordem política. A disseminação de imigrantes e/ou refugiados pelos países de todo o mundo se intensificará.

Nada mais verdadeiro, especialmente a partir do atentado contra as torres gêmeas de Nova Iorque em 11 de setembro de 2001 e das guerras que se seguiram, onde a questão do radicalismo religioso sempre esteve presente como pano de fundo. Já ao falar do Brasil, Hollanda faz uma curiosa previsão:

Deverá ser dada extrema atenção às formas de tratamento psiquiátrico atualmente utilizadas.

Esta previsão realmente se confirmou: durante o segundo governo FHC, o Congresso montou uma comissão que, após visitar grande número de instituições psiquiátricas, produziu um relatório que preconiza mudanças profundas na política de tratamento das doenças mentais no Brasil.

Outros textos de Carlos Hollanda.



Atalhos de Constelar 03 - setembro/1998

Constelar 03 | Voltar à capa desta edição |

Os ciclos Júpiter-Saturno e Urano-Plutão no século XX | Júpiter-Saturno em signos de Terra | Anos 60 e anos 80 |
As perspectivas do fim do milênio | A conjunção Urano-Netuno e os anos noventa | Brasil: sobrevivendo à tempestade |
Gêmeos, signo de exaltação de Plutão | Tabela das regências e exaltações | Planetas hipotéticos transplutonianos |
Entendendo Estrelas Fixas | A história | O uso |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva