Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 140 :: Fevereiro/2010 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

APLICAÇÕES DA CHAVE SECRETA DA ASTROLOGIA

Astrossismologia

Raul V. Martinez

Entender as configurações celestes que estão em ressonância com terremotos, maremotos e tsunamis é o objetivo deste artigo, que se baseia na teoria das profecções já desenvolvida por Raul V. Martinez em A Chave Secreta da Astrologia.

Terremoto em Sichuan

A Sismologia estuda os sismos ou terremotos, os maremotos e os tsunamis que ocorrem na superfície da Terra. Fenômenos devidos na maior parte dos casos a movimentos ao longo de falhas geológicas entre placas tectônicas.

A hipótese astrossismológica aqui apresentada considera que os fenômenos sismológicos que ocorrem em determinada região geográfica também se correlacionam com os Ingressos de Marte e da Lua em Capricórnio, calculados para essa região, e com os Arcanos Maiores 16 e 18.  

Marte e o Arcano 16 podem ser associados a forças destrutivas; a Lua e o Arcano 18 podem ser associados aos movimentos da superfície terrestre; e Capricórnio é o signo Cardeal de Terra – regido por Saturno, planeta que representa as rochas, as placas tectônicas, as restrições e também sofrimentos.

Nesta hipótese, de forma análoga a dos estudos anteriores, são consideradas as profecções na carta de ingresso de Marte em Capricórnio, ligadas ao Arcano 16, e as profecções na carta de ingresso da Lua em Capricórnio, ligadas ao Arcano 18.

Também são considerados os trânsitos, principalmente sobre as posições da carta de ingresso de Marte.

O terremoto da China em 2008

Testando a Validade da Hipótese para o Terremoto de 12 de maio de 2008, na China, com epicentro a 92 km da capital da província de Sichuan, Chengdu.

- Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Geológicas dos EUA informam que o evento ocorreu às 06h28 UTC (03h28 pelo horário de Brasília), com epicentro localizado a 10 quilômetros abaixo das coordenadas 31,04°N e 103,270°E.

A fig.01 é a carta de ingresso de Marte em Capricórnio, imediatamente anterior ao terremoto que matou mais de 65 mil pessoas. Foi construída para 17.01.2007, 04:54:03 -8:00, Chengdu (30ºN49’, 104ºE04’), com domificação Regiomontanus.

Ingresso de Marte em Capricórnio 2007

Fig. 01 - Ingresso de Marte em Capricórnio de 17.1.2007.

Nessa figura, Júpiter, rege o Ascendente e está sobre o Ascendente (algo físico, concreto). Além de reger o Ascendente, Júpiter rege a casa 4, associada ao solo, à base. Além disso, Júpiter é o dispositor da Lua, na casa 1, regente da casa 8, das perdas e mortes; é o dispositor de Plutão, na casa 1, regente da casa 12, dos sofrimentos - onde a conjunção fechada da Lua com Plutão mistura significados das casas regidas por esses astros; Júpiter é dispositor de Urano, presente e regente da casa 3, onde também estão Netuno e Vênus, na cúspide - casa dos deslocamentos das pessoas e das placas tectônicas; além disso, Júpiter é o regente natural da casa 9, das Forças Superiores, onde se incluem as Forças da Natureza. Na fig.01 a casa 9 é regida pelo Sol, que está à disposição de Saturno, retrógrado nessa casa, em detrimento, em oposição a Netuno e a Vênus.

Trânsitos sobre a carta de ingresso de Marte

Quando aconteceu o terremoto, às 14:28 (-8:00), em Chegdu (fig.02), a Lua estava a 23º17’ de Leão, junto da Cauda, a 23º22’ de Leão, ambos na casa 12 (onde transitava Saturno). Lua e Cauda sobre Saturno do ingresso de Marte, a 23º33’ de Leão.

Grande Terremoto da China, 2007

Fig. 02 - Grande terremoto de 2008 em Chengdu, província de Sichuan, China.

Na hora do terremoto, Plutão estava na casa 4 (da base) sobre a posição de Marte do ingresso; Marte transitava em oposição a Mercúrio do ingresso (regente das casas 10 do ingresso e do terremoto; e Urano, o repentino, transitava no Fundo do Céu do ingresso.

A carta de ingresso da Lua

A fig.03 é a carta de ingresso da Lua em Capricórnio, imediatamente anterior ao terremoto. Foi construída para 25.04.2008, as 17:46:40 (-8:00) em Chengdu. A Lua ingressou nesse signo em conjunção fechada com Plutão retrógrado, ambos na casa 3, dos movimentos. Lua em detrimento, regente da casa 10. Vênus, regente do Ascendente e da casa 8, também está em detrimento, a 23º39’ de Áries, formando trígono com Saturno retrógrado do ingresso de Marte.

Ingresso da Lua em Capricórnio - Terremoto de Sichuan

Fig. 03 - Ingresso da Lua em Capricórnio em 25.4.2008.

Nesse ingresso lunar, Marte está a 22º27’ de Câncer, em queda na casa 10, em oposição a Júpiter na casa 4, a 22º03’ de Capricórnio. Ambos em quadratura com Vênus desse ingresso.

Profecções com base no Arcano 16

Intervalo de tempo, em dias, entre 17.01.2007, data do Ingresso de Marte, e 12.05.2008, quando houve o terremoto maior: 481 dias.

Cálculo do arco de profecção: 481 x 16’ = 7696’ = 128º16’. O Meio do Céu, ligado às exteriorizações, mais esse arco, passa para 1º11’ de Aquário, em conjunção com Mercúrio, regente do Meio do Céu e da casa 7, das oposições e conflitos. Netuno, regente da casa 4, associada à base, ao solo, mais esse arco, vai para 26º55’ de Gêmeos, em oposição à Lua (regente da casa 8) e a Plutão (regente da casa 12). Finalmente, Saturno retrógrado e em detrimento, mais esse arco, vai para 1º49’ de Capricórnio, ainda em conjunção com Marte, dono do ingresso.

Profecções com base no Arcano 18

Intervalo de tempo, em horas, entre as 17:46:40 (-8:00) de 25.04.2008, data do Ingresso da Lua, e as 14:28 (-8:00) de 12.05.2008, quando houve o terremoto:
16 x 24h + 20 h + 41min e 20s = 404,67 horas.

404,67 x 18’ = 7284’ = 121º24’.  Marte e Júpiter, da carta de ingresso da Lua, mais esse arco, passam das casas 10 e 4 para as casas 2 e 8, ficando em quadratura com Netuno e o Dragão. Vênus, regente do Ascendente e da casa 8, mais esse arco, fica em conjunção com a Cauda. A Lua (dona do ingresso) e Plutão, mais esse arco, ficam em trígono com Saturno retrógrado, regente da casa 4.

Ingresso Lunar posterior ao terremoto

Mapa do terremoto em Sichuan

O ingresso lunar imediatamente posterior ao terremoto (fig.04), construído para 23:55:23 (-8:99) de 22.05.2008, com Plutão retrógrado e a Lua juntos na cúspide da casa 12, concorda com a continuidade dos problemas e sofrimentos causados pelos tremores secundários, chuvas e represamento de rio da região. Saturno, dispositor da Lua, de Plutão, de Júpiter, do Ascendente e de Netuno em Aquário, está próximo da cúspide da casa 8, em Virgem.

Ingresso Lunar anterior ao terremoto de Sichuan, China

Fig. 04 - Ingresso da Lua em Capricórnio de 22.05.2008.

Tsunami no Oceano Índico



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Equipe de Constelar - Terra em transe | Terremotos e desastres naturais |
Marilena Angeli - Astrologia e Catástrofes | Como prever um terremoto | México, Califórnia, Japão | Terremoto do Haiti |
Raul V. Martinez - Aplicações da Chave Secreta | Astrossismologia | Tsunami no Oceano Índico |
Fernando Fernandes - O terremoto do Haiti | Análise do mapa |

Edições anteriores:

Raul V. Martinez - Novas propostas | Vênus e os pentágonos estrelados | Bill Gates e Nova Iorque |
Silvia Bacci - Astrologia e Cinema | Ensaio sobre a cegueira |
Fernando Fernandes - Astrologia Coletiva | O fracasso do COP-15: quanto mais quente melhor |
Equipe de Constelar - A última palestra de Valdenir Benedetti | O resgate em vídeo | Lua e criança interior |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva