Revista Constelar Revista Constelar

 

 

 
 
 
ASTROLOGIA URBANA

Curitiba, uma cidade-Touro

Fernando Fernandes

 

Urano, Júpiter e imigrantes europeus

Sabe-se que um planeta presente numa casa tende a manifestar-se com maior força do que o regente da mesma casa, desde que este esteja ausente. Qualquer planeta na casa 1 pode modificar a manifestação do Ascendente, agregando novos conteúdos. Com o Ascendente de Curitiba entre o primeiro e o oitavo grau de Touro, a casa 1 estaria vazia. Entre o nono e o décimo-quinto, Urano em Gêmeos já estaria na 1, mas ainda muito próximo da cúspide da 2 e, portanto, atuando nesta com mais força. Quanto mais nos aproximamos do horário das 10h, mais Urano estará próximo ao Ascendente, sendo que, até às 9h38, tal planeta regeria também o Meio-Céu, em Aquário. A partir das 9h52, encontramos a distribuição que nos parece a mais correta para a descrição astrológica de Curitiba: a cúspide da casa 1 nos últimos graus de Touro e Urano na 1, em conjunção aberta com o Ascendente e regendo a casa 9.

O que diferencia Curitiba e dá-lhe uma identidade própria é a massa de imigrantes chegada nas últimas décadas do século XIX. Os personagens são conhecidos - existem alemães, como em Blumenau, italianos, como em Caxias do Sul, e japoneses, como em São Paulo - mas a síntese é única, já que nenhuma outra grande cidade brasileira apresenta ao mesmo tempo um tão forte contingente de italianos, alemães, poloneses, ucranianos e japoneses (sem falar em outras minorias). A presença do regente da casa 9 (estrangeiros, imigrantes) no Ascendente (identidade, jeito de ser) é bastante precisa ao descrever este quadro. Urano está em quadratura com Marte, planeta mais próximo do Meio-Céu, o que mostra um conflito entre as origens bandeirantes e a nova realidade demográfica surgida no século passado. Considerando os trânsitos de planetas lentos, verifica-se que os anos oitenta do século XIX foram marcados pela passagem de Plutão nos últimos graus de Touro (o Ascendente), um índice claro de transformação urbana e da emergência de um novo jeito de ser, que se consolidaria ao longo das décadas seguintes.

Detalhe de decoração de casa construída por imigrantes poloneses. Aqui e ali percebem-se os traços arquitetônicos e comportamentais que fazem de Curitiba uma mistura étnica única.

Júpiter, regente da 8 (Sagitário) e co-regente da 10 (Peixes) também está na 1, em Gêmeos. Este planeta é o significador essencial das grandes viagens e dos imigrantes. Exilado em Gêmeos, expressa bem o caráter da imigração: um movimento feito pelos que vieram da Europa e da Ásia na condição de excluídos sociais, vítimas do desemprego e da instabilidade político-econômica (Júpiter está em oposição a Saturno em Sagitário, indicando privações).

A vocação de Curitiba para transformar-se num caldeirão étnico harmonioso - se bem que não totalmente isento de tensões - é simbolizada pela conjunção de Vênus, regente do Ascendente, a Netuno em Peixes, na 10, formando quadraturas com Júpiter na 1 e Saturno na 7. Netuno é um símbolo de processos de dissolução e de indiferenciação, mostrando que a vocação (casa 10) da cidade é realmente fundir todas as contribuições étnicas numa cultura de síntese, resolvendo aos poucos as contradições sociais e as eventuais manifestações de separatividade (oposição Júpiter-Saturno no eixo 1-7). Trata-se de um processo ainda em andamento, e que se completará aos poucos sob o comando dissolvente e invisível do planeta das águas oceânicas.

Fundação de Curitiba - 29.3.1693 - 10h LMT - Curitiba, PR - 25s25, 49w16

Nossa conclusão é, pois, de que Curitiba nasceu entre 9h52 e 10h01 (hora local) da manhã de domingo, 29 de março de 1693. Para que se confirme, é preciso que todo o mapa responda inequivocamente à sucessão de trânsitos e progressões que se seguiram à fundação. É o que veremos em artigo próximo.

Outros artigos de Fernando Fernandes.

Atalhos de navegação neste artigo:

Introdução
O capitão das canoas de guerra funda Paranaguá
Matheus Leme, o possante de peças
As cidades de Gêmeos-Peixes e as cidades do contra
O dia da fundação: Ascendente Áries?
O dia da fundação: Ascendente Gêmeos?
As marcas taurinas de Curitiba
Urano, Júpiter e imigrantes europeus


Anterior | Próxima | Sumário desta edição | Índices

© 1998-2004 Terra do Juremá Comunicação Ltda.