Revista Constelar Revista Constelar

 

 

 
 
 
ASTROLOGIA URBANA

Curitiba, uma cidade-Touro

Fernando Fernandes

 

O dia da fundação

A assembléia aconteceu em 29 de março de 1693, cinco dias depois de Matheus Leme responder a petição apresentada por seus concidadãos. Era um domingo, dia em que os homens normalmente já se deslocavam para assistir a missa na pequena capela de taipa então existente no local onde é hoje o Largo da Ordem. Não se sabe a que horas a assembléia foi iniciada, nem quanto tempo durou. O mais provável é que tenha ocorrido logo após a missa da manhã e que tenha durado não menos que duas horas. A burocracia da administração portuguesa era complicada, e a eleição de uma câmara municipal exigia todo um ritual de procedimentos com os quais aqueles homens não deveriam estar devidamente familiarizados. Outro problema que pode ser levantado - este especificamente de ordem astrológica - é que momento considerar como marco da fundação de Curitiba: o do início da assembléia ou o da proclamação dos resultados. Ficamos com a última hipótese, já que, quando a assembléia começou, a autonomia da nova vila era ainda um projeto. Tornou-se realidade no momento em que foram empossados seus primeiros administradores.

Para adotarmos uma atitude bem cautelosa, comecemos por considerar que todos os horários entre 7h e 12h são possíveis. Dentro desses limites de tempo, três signos cruzaram a linha do horizonte, oferecendo as alternativas de um Ascendente Áries, Touro ou Gêmeos.

O Ascendente, no mapa de uma cidade, indica seu jeito de ser, expressando um padrão coletivo que tende a ser imperceptivelmente assimilado pelos habitantes. O Ascendente é o que se revela à primeira vista, é a cara da comunidade - aí incluídos a aparência do espaço urbano e o comportamento evidenciado pela população. Interferem na manifestação do Ascendente o signo ali presente, os planetas situados na casa 1 (mesmo que em outro signo), o posicionamento do regente do Ascendente e dos dispositores do regente e dos ocupantes da casa 1. O resultado é um conjunto multifacetado, que pode expressar a conjugação de características de vários signos e planetas.

Trataremos agora de averiguar todas as hipóteses, em busca do mapa que melhor se adeque a uma descrição astrológica de Curitiba.

A capela onde se realizou a assembléia de instalação do município ficava na região onde é hoje o Largo da Ordem (fotos), centro histórico de Curitiba.

A hipótese Áries

Se a fundação ocorreu antes das 7h43 , o Ascendente é Áries. Sol e Mercúrio, também em Áries, estariam na casa 12. O regente do Ascendente seria Marte em Peixes, na casa 11, formando quadratura com Urano na 2.

Cidades com Ascendente em Áries não são normalmente bonitas. E, quando são bonitas, não são repousantes. Em vez de tranqüilidade, transmitem energia, pioneirismo, pressa, movimento. Podem ser ativos centros industriais, como São Paulo , no Brasil, ou como Birmingham, no Alabama, uma das cidades mais industrializadas do sul dos Estados Unidos, contando com grande número de siderúrgicas; podem ser centros universitários, como Cambridge, em Massachusetts, onde a Universidade de Harvard dá um tom adolescente à rotina local.

Curitiba é uma cidade essencialmente ariana, já que Sol e Mercúrio encontram-se neste signo. Contudo, não transmite à primeira vista a natureza expansiva, direta e energética deste signo de Fogo. Se Marte fosse regente do Ascendente, sua quadratura com Urano daria à cidade um tom nervoso, elétrico, e aos seus habitantes um jeito de ser ríspido e explosivo. Teríamos um trânsito indisciplinado e caótico e uma forma de lidar com o dinheiro absolutamente temerária (segurança financeira não combina com Urano na 2).

Esta carta, além de parecer completamente inadequada, é muito improvável do ponto de vista histórico, já que dificilmente seria possível realizar uma missa e logo em seguida uma assembléia, tudo antes das 7h43 da manhã. Deixemos Áries de lado e vamos analisar o outro extremo: Gêmeos.

O dia da fundação: Ascendente Gêmeos?

Atalhos de navegação neste artigo:

Introdução
O capitão das canoas de guerra funda Paranaguá
Matheus Leme, o possante de peças
As cidades de Gêmeos-Peixes e as cidades do contra
O dia da fundação: Ascendente Áries?
O dia da fundação: Ascendente Gêmeos?
As marcas taurinas de Curitiba
Urano, Júpiter e imigrantes europeus


Anterior | Próxima | Sumário desta edição | Índices

© 1998-2004 Terra do Juremá Comunicação Ltda.