Incêndio na Base Antártica Comandante Ferraz

Destruição completa da base, com dois mortos

Categoria: Acidentes coletivos e catástrofes


Data: 25/02/2012, 02:00 (fuso: -3)
Local: Base brasileira, Ilha do Rei George - Antártida - 058w24, 62s05.

Fonte: Estadão Online de 25.02.12, Veja Online de 26.02.12 e Wikipedia.
Classificação: AA [O que é isso?]
Incluído por: Fernando Fernandes em 12/03/2012.

Comentários:

Segundo a Wikipedia:

A Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) é uma base antártica pertencente ao Brasil localizada na ilha do Rei George, a 130 km da Península Antártica, na baía do Almirantado.

Começou a operar em 6 de fevereiro de 1984, levada à Antártica, em módulos, pelo navio oceanográfico Barão de Teffé e diversos outros navios da Marinha do Brasil. Atualmente abriga cerca de 60 pessoas, entre pesquisadores, técnicos e funcionários, militares e civis.

O horário do incêndio foi confirmado em nota oficial da Marinha, na mesma data, com o seguinte teor:

A Marinha do Brasil (MB), extremamente consternada, informa que, cerca das 2h (Brasília) de hoje (25), ocorreu um incêndio na Praça de Máquinas, local onde ficam os geradores de energia, da Estação Comandante Ferraz (EACF). Os 15 integrantes do Grupo-Base (militares da MB responsáveis pela manutenção e operação da EACF) prontamente iniciaram o combate ao incêndio, que ainda não foi extinto. Um militar ficou ferido e dois estão desaparecidos.

Segundo informação do site Estadão, o incêndio deixou mortos dois militares brasileiros: o suboficial Carlos Alberto Vieira Figueiredo e o primeiro-sargento Roberto Lopes dos Santos. O fogo começou na praça das máquinas, onde estavam os geradores de energia, e rapidamente se alastrou em função do formato contínuo das instalações (os geradores não estavam distanciados fisicamente dos alojamentos e laboratórios). Na base brasileira trabalhavam aproximadamente 60 pesquisadores. Nenhum deles perdeu a vida, mas a estação foi completamente destruída, com perda irreparável de anos de pesquisas científicas.



Nova busca:

Pesquisar por palavra-chave:

Explorar categoria:

Entre duas datas determinadas:
(Utilizar o formato [dd/mm/aaaa] em ambos os campos)

 

"O Brasil não tem vocação para a mediocridade." (Lúcio Costa)

Veja as novidades (vinte mapas mais recentes)

Total de registros: 498

Última atualização: 17/03/2012


Ernani Pires Ferreira

Coreias, divisão

Coreia do Sul (República da Coreia)

Coreia do Norte (República Democrática Popular da Coreia)

Portugal - Revolução dos Cravos (Revolução de 25 de abril)

Índia (República da Índia)

Paquistão (República Islâmica do Paquistão)

Síria (República Árabe da Síria)

Incêndio na Base Antártica Comandante Ferraz

Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo)

Sandra Arantes do Nascimento (Sandra Arantes do Nascimento Felinto)

D. Claudio Hummes (Auri Afonso Hummes)

Luis Nassif

Juliana Paes (Juliana Couto Paes)

Grazi Massafera (Grazielli Soares Massafera)

Dan Stulbach (Dan Filip Stulbach)

Ronnie Von (Ronaldo Lindenberg Von Schilgem Cintra Nogueira)

Guilherme Arantes

Deborah Blando (Deborah Salvatrice Blando)

Joaquim Nabuco (Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo)

Escola Astroletiva
Cursos via internet com inscrição aberta
Página de inscrição

Tarsila

Fragmento da tela "Operários", de Tarsila do Amaral (1933), que inaugura a pintura social no Brasil.