Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 98 :: Agosto/2006 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

EVENTO EM SÃO PAULO

No ritmo da Astrológica 2006

Thiago Veloso

A Astrológica, programação anual da Gaia, em São Paulo, deixa para trás o formato tradicional dos congressos de astrologia e assume um caráter cada vez mais interativo.

Mais uma edição do Astrológica aconteceu nos dias 10, 11 e 12 de julho na escola Gaia, São Paulo. O evento tradicionalmente inicia-se com a Semana da Astrologia, que conta com uma programação gratuita já a partir de segunda-feira, com palestras e outras atividades abertas ao público.

Na segunda-feira, sob a coordenação da professora, mestre em letras pela PUC e também astróloga, Ana Maria González, responsável pelo CPG - Central de Pesquisas Gaia - foram apresentados os passos iniciais do desenvolvimento de pesquisas qualitativas envolvendo a astrologia com temas dos mais variados, como: Mitologia Hindu, Obesidade, Sincronicidade e ainda a Lua e os Ritmos de Vida. Os trabalhos foram idealizados pelos próprios alunos, que recebem monitoria e auxílio de astrólogos como Gregório de Queiroz e Lydia Vainer.

Evocando o arquétipo canceriano, signo em que o Sol transita durante o evento, na terça-feira a focalizadora e estudiosa de danças milenares circulares, Soraya Mariani, juntamente com Ricardo Priba, conduziram todos a uma vivência inesquecível. Interessante foi o fato de ali estarem presentes 12 pessoas como se cada um simbolizasse um signo zodiacal, formando uma linda roda, e acessando as qualidades enobrecedoras de aconchego, união e tradição, pertencentes a Câncer.

O grupo GaiaBrasilis emocionou na quarta-feira ao apresentar na íntegra "Os Anos de Chumbo... pra frente Brasil", documentário produzido pelo grupo retratando um período negro de nossa história através de uma apresentação, contendo vários clipes, onde momentos históricos da ditadura militar foram ilustrados através de fotografias, muita música e as devidas configurações astrológicas que marcaram esse importante período.

Assuramaya, uma presença constante na Astrológica.

Na sexta-feira, muitas novidades, a começar pela presença de Marília Soares Ribeiro, madrinha e co-idealizadora do evento, que atualmente reside na Inglaterra. Marília, que todos os anos faz uma ligação no dia do encontro, este ano esteve pessoalmente na Gaia, fazendo a abertura oficial do Astrológica 2006. Ainda na mesma noite, sob a influência cardinal de Marte, simbólica e literal, foi lançado o 8º CBA - Caderno Brasileiro de Astrologia - pelo ator, coreógrafo e agora astrólogo Alexandre Maradei. Há mais de dez anos trabalhando com artistas e coreografando espetáculos, esse profissional começou a refletir no planeta Marte como uma chave para a compreensão e melhor utilização dos processos físico-motores, iniciando assim uma pesquisa que rendeu ótimos resultados e foi publicada sob o título Marte e a linguagem corporal.

No sábado as atividades começaram logo pela manhã, trazendo a palestra de Nina Alves sobre os decanatos e a importância de sua utilização enquanto ferramenta de refinamento da consulta. Durante o resto do dia transitaram pelo auditório Júpiter astrólogos das mais diversas áreas, entre eles Celisa Beranger, que falou um pouco sobre Fatum, o sistema das direções evolutivas. O entusiasmo foi reforçado pelo Planetarium Lounge Bar, que serviu aperitivos zodiacais, e o dia se encerrou sob os acordes de Yvette Matos com o show "Como Assim?!?".

No dia seguinte o evento prosseguiu a todo vapor. Entre uma palestra e outra, "Os filhos da Pátria... os Órfãos do Brasil", trilogia seqüencial sobre os anos seguintes à ditadura militar, era apresentada sob forma de clipes, dando continuidade ao trabalho desenvolvido anteriormente pelo grupo GaiaBrasilis, assim como reforçando a tônica do Astrológica 2006, onde a falta de ética no Brasil foi muito discutida. Ainda no mesmo dia, tivemos João Acuio trazendo o tema da sincronicidade dos arquétipos, expressos na programação do Fantástico, e Alexey Dodsworth (foto à esquerda) com elocubrações sobre filosofia na arte de ler os céus.

O encerramento da Astrológica foi feito através de uma mesa-redonda, com discussões acaloradas sobre a situação crítica de nosso país. Os temas abordados foram tão instigantes que ultrapassaram a duração pré-estabelecida, deixaram reflexões por serem feitas nos próximos meses.

Leia também: uma entrevista com Robson Papaleo, o idealizador da Astrológica

Saiba mais sobre Thiago Veloso.



Atalhos de Constelar 98 - Agosto/2006 | Voltar à capa desta edição |

Raul V. Martinez - Astrologia Médica no século XV | Um mapa de doença, delírio e morte |
Raul V. Martinez - Jack, o Estripador | Um assassino de sangue real | A carta natal de Albert Victor |
Dimitri Camiloto - Saturno em Leão e o Brasil em 2006 | Fuzarca, decepção e realidade |
Dimitri Camiloto / Fernando Fernandes - Astrologia Mundial | Coréia do Norte e agressividade infantil | Duas Coréias, muitos mapas |
Americo Ayala Jr. - Astrocartografia e catástrofes naturais | Terremoto na Indonésia, Maio de 2006 |
Thiago Veloso/Equipe de Constelar - Astrológica 2006 | No ritmo da Astrológica 2006 | Entrevista com Robson Papaleo |

Edição anterior:

Raul V. Martinez - Investigando o mapa do presidente | Lula, um libriano? |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva