Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 93 :: Março/2006 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

ASTROLOGIA TRADICIONAL

Graus tenebrosos e infernais
em Dariot e Lilly

Raul V. Martinez

O conhecimento do significado próprio de cada grau do zodíaco pode dar mais precisão à interpretação astrológica. Este princípio está presente no primeiro tratado de Astrologia Horária publicado na Europa Ocidental, em 1557. Seu autor foi o jovem médico e astrólogo CLaude Dariot, então com 24 anos. Dariot influenciou o trabalho de William Lilly, que, quase noventa anos depois, utilizou os mesmos conceitos na sistematização dos princípios da Astrologia Horária.

Claude Dariot (1533-1594), médico paracelcista, foi o astrólogo que introduziu os princípios da Astrologia Horária na França e na Inglaterra. Seu tratado de astrologia horária, Introduction au Jugement des Astres, publicado inicialmente em latim em 1557, foi traduzido para o francês no ano seguinte. Exemplares desse livro existem em várias bibliotecas da Europa. No site da Biblioteca Nacional Francesa (http://gallica.bnf.fr/) pode-se copiar, gratuitamente, sua primeira edição francesa. Em inglês foi publicado em 1583, 1598 e 1653. Denis Labouré, pela Editora Pardès, Puiseaux, publicou-o em 1988 e 1990, em latim e em francês moderno.

Acima: montagem livre da figura do livro de Dariot, em alto relevo, sobre texto do mesmo autor, publicado no século XVII. Mais adiante um trecho desta figura, em seu desenho original, é exibida em detalhes.

Este texto, que agora apresento, está basicamente voltado para o detalhamento de uma figura circular do livro de Dariot, figura que classifica os graus dos signos em:

  • Masculinos,
  • Femininos,
    • Claros ou Lúcidos (L),
    • Escuros ou Tenebrosos (T),
    • Esfumaçados ou Fumarentos (F),
    • Vazios (V),
  • Infernais,
  • Azéménes em francês, aqui chamados de graus Aziagos, e
  • Honoríficos.

William Lilly, em Chistian Astrology (1647) , apresenta uma Tabela muito próxima dos graus de Dariot - também de leitura não fácil. As diferenças entre os graus do Círculo e da Tabela talvez se devam apenas a falhas de impressão. Nessa tabela, a letra D identifica os graus Escuros de Dariot e as letras SM os graus Esfumaçados. Lilly chama os graus Infernais de "tristes ou encurralados"; aos Aziagos chama de "imperfeitos ou deficientes", e aos Honoríficos de graus "que acrescem a Fortuna".

Robert Fludd (1574-1637), autor do Traité d'Astrologie Générale (disponível em http://gallica.bnf.fr/) é outro astrólogo que utilizou os Graus de Dariot. Na tradução francesa desse livro também há algumas diferenças com os graus do círculo de Dariot.

Esse círculo completo, sem a representação de uma peça móvel utilizada em sua leitura, é reproduzido na edição da Pardés, acima citada. O original dessa figura está na Biblioteca Nacional Francesa, embora não disponível para cópia pela Internet.

Tabela detalhada e fracionada por signo, segundo Lilly

[No formato da Tabela do Vol.1 do livro do Lilly, onde a natureza dos graus concorda com o que mostra o gráfico de Dariot.]

- A apresentação por signo procura apenas facilitar a leitura e comparações.
- Os números dos graus são ordinais, ou seja, de 0° a 0°59'50" = grau 1, e assim por diante, até 29° a 29°59'59" = grau 30.

Áries

GrausMasculinos e Femininos Graus Claros, Escuros, Esfumaçados e Vazios Graus Tristes ou Encurralados Graus Imperfeitos ou deficientes (Aziagos) Graus Que acrescem a Fortuna
MAS. 8, 15, 30
FEM. 9, 22
D. 3, L.8, D.16, L.20
V. 24, L.29, V.30
6 11 16
23 29
  19

Masculinos: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8; 10, 11, 12, 13, 14, 15; 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30.
Femininos: 9; 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22.
(L) Claros: 4, 5, 6, 7, 8; 17, 18, 19, 20; 25, 26, 27, 28, 29.
(D) Escuros: 1, 2, 3; 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16.
(SM) Esfumaçados
(V) Vazios: 21, 22, 23, 24; 30.
Tristes ou encurralados: 6; 11; 16; 23; 29.
Imperfeitos ou deficientes (Aziagos)
Que acrescem a Fortuna: 19.

Touro

GrausMasculinos e Femininos Graus Claros, Escuros, Esfumaçados e Vazios Graus Tristes ou Encurralados Graus Imperfeitos ou deficientes (Aziagos) Graus Que acrescem a Fortuna
MAS. 11, 21, 30
FEM. 5, 17, 24
D.3, L.7, V.12, L.15
V.21, L.28, D.30
5 12
24 25
6 7 8
9 10
3 15
27

Masculinos: 6, 7, 8, 9, 10, 11; 18, 19, 20, 21; 25, 26, 27, 28, 29, 30.
Femininos: 1, 2, 3, 4, 5; 12, 13, 14, 15, 16, 17; 22, 23, 24.
(L) Claros: 4, 5, 6, 7; 13, 14, 15; 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28.
(D) Escuros: 1, 2, 3; 29, 30.
(SM) Esfumaçados
(V) Vazios: 8, 9, 10, 11, 12; 16, 17, 18, 19, 20, 21.
Tristes ou encurralados: 5; 12; 24, 25.
Imperfeitos ou deficientes (Aziagos): 6, 7, 8, 9, 10.
Que acrescem a Fortuna: 3; 15; 27.

Gêmeos

GrausMasculinos e Femininos Graus Claros, Escuros, Esfumaçados e Vazios Graus Tristes ou Encurralados Graus Imperfeitos ou deficientes (Aziagos) Graus Que acrescem a Fortuna
MAS. 16, 26
FEM. 5, 22, 30
L.4, D.7, L.12, V.16
L.22, D.27, V.30
2 12 17
26 30
  11

Masculinos: 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16; 23, 24, 25, 26.
Femininos: 1, 2, 3, 4, 5; 17, 18, 19, 20, 21, 22; 27, 28, 29, 30.
(L) Claros: 1, 2, 3, 4; 8, 9, 10, 11, 12; 17, 18, 19, 20, 21, 22.
(D) Escuros: 5, 6, 7; 23, 24, 25, 26, 27.
(SM) Esfumaçados
(V) Vazios: 13, 14, 15, 16; 28, 29, 30.
Tristes ou encurralados: 2, 12, 17, 26, 30.
Imperfeitos ou deficientes (Aziagos)
Que acrescem a Fortuna: 11.

Câncer

GrausMasculinos e Femininos Graus Claros, Escuros, Esfumaçados e Vazios Graus Tristes ou Encurralados Graus Imperfeitos ou deficientes (Aziagos) Graus Que acrescem a Fortuna
MAS. 2, 10, 23, 30
FEM. 8, 12, 27
L.12, D.14, V.18
SM.20, L.27, V.30
12 17 23
26 30
9 10 11 12
13 14 15
1 2 3
4 15

Masculinos: 1, 2; 9, 10; 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23; 28, 29, 30.
Femininos: 3, 4, 5, 6, 7, 8; 11, 12; 24, 25, 26, 27.
(L) Claros: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12; 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27.
(D) Escuros: 13, 14.
(SM) Esfumaçados: 19, 20.
(V) Vazios: 15, 16, 17, 18; 28, 29, 30.
Tristes ou encurralados: 12; 17; 23; 26; 30.
Imperfeitos ou deficientes (Aziagos): 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15.
Que acrescem a Fortuna: 1, 2, 3, 4; 15.

Leão

GrausMasculinos e Femininos Graus Claros, Escuros, Esfumaçados e Vazios Graus Tristes ou Encurralados Graus Imperfeitos ou deficientes (Aziagos) Graus Que acrescem a Fortuna
MAS. 5, 15, 30
FEM. 8, 23
D.10, SM.20
V.25, L.30
6 13 15
22 23 28
18 27
28
2 5 7
19

Masculinos: 1, 2, 3, 4, 5; 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15; 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30.
Femininos: 6, 7, 8; 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23.
(L) Claros: 26, 27, 28, 29, 30.
(D) Escuros: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10.
(SM) Esfumaçados: 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20.
(V) Vazios: 21, 22, 23, 24, 25.
Tristes ou encurralados: 6; 13; 15; 22, 23; 28.
Imperfeitos ou deficientes (Aziagos): 18; 27, 28.
Que acrescem a Fortuna: 2; 5; 7; 19.

Virgem

GrausMasculinos e Femininos Graus Claros, Escuros, Esfumaçados e Vazios Graus Tristes ou Encurralados Graus Imperfeitos ou deficientes (Aziagos) Graus Que acrescem a Fortuna
MAS. 12, 30
FEM. 8, 20
D.5, L.8, V.10, L.16
SM. 22, V.27, SM.30
8 13 16
21 25
  3 14
20

Masculinos: 9, 10, 11, 12; 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30.
Femininos: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8; 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20.
(L) Claros: 6, 7, 8; 11, 12, 13, 14, 15, 16.
(D) Escuros: 1, 2, 3, 4, 5.
(SM) Esfumaçados: 17, 18, 19, 20, 21, 22; 28, 29, 30.
(V) Vazios: 9, 10; 23, 24, 25, 26, 27.
Tristes ou encurralados: 8; 13; 16; 21; 25.
Imperfeitos ou deficientes (Aziagos)
Que acrescem a Fortuna: 3; 14; 20.

Os graus de Libra a Peixes e como Lilly utilizava o conceito na interpretação



Atalhos de Constelar 93 - Março/2006 | Voltar à capa desta edição |

Kátia Lins - Astrologia e contemporaneidade | A singularidade do mapa e a cultura do narcisismo |
Luiz Roberto Delvaux de Matos - Astrologia e Psicanálise | O mito de Prometeu e o elemento Fogo |
Vanessa Tuleski - Prática profissional | Quanto vale uma consulta? |
Dimitri Camiloto - Ciclos planetários e questões incômodas | Plutão em Leão: onde mora o perigo |
Raul V. Martinez - Astrologia Tradicional | Graus tenebrosos e infernais em Claude Dariot | Como William Lilly aplicava a técnica |
Equipe de Constelar - Congresso em Salta | Uma ponte entre a Vila Isabel e a Argentina |
Edil Carvalho - Comportamento | Elis Regina e planetas na casa 1 |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva