Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 92 :: Fevereiro/2006 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

PRESSÁGIOS 2006

A doença de Ariel Sharon
nas técnicas medievais

Gerson Pelafsky

Em outubro de 2005 o astrólogo brasileiro Gerson Pelafsky fez previsão acurada sobre Israel em lista de discussão coordenada pela astróloga californiana Dorothy Kovach. O sucesso da previsão deveu-se ao uso de velhas técnicas medievais - inclusive a do cálculo da longevidade.

Astrólogos tradicionais sempre tiveram em alta conta o caráter preditivo da astrologia, não meramente como exercício para a vaidade pessoal, mas sim como um veículo através do qual se poderia discernir nos eventos do mundo a presença de uma ordem divina ou inteligente a eles subjacente. Então, em última instância, o astrólogo usa sua nobre arte como veículo para alcançar a sabedoria. Por isso, William Lilly, um dos grandes mestres, termina sua obra-prima Astrologia Cristã dizendo (em tradução livre): "Assista-me glorioso Deus, porque minha tarefa é difícil. Pouca ajuda espero de algum homem, mas quão prazeroso é permitir que a Anima Mundis universal se introduza em meu obtuso intelecto..."

Aqui a Anima Mundis a que alude o mestre é a instância universal que sempre inspirou e fertilizou a mente de artistas, filósofos e alquimistas...

Foi nesse espírito que o astrólogo que vos escreve se debruçou sobre o mapa de ingresso do Sol em Áries para Israel em 2005, e, em um fórum de astrologia da internet, fez uma previsão em outubro de 2005, aludindo à possibilidade de morte ou crise afetando a liderança política em Israel. As mensagens referentes a isso podem ser encontradas no endereço: http://groups.yahoo.com/group/angelicusmerlin, nas mensagens 17951, 18987 e 18994.

Eis a mensagem em Angelicusmerlin de 05/10/2005:

Assunto: Morte ou crise de líder político em Israel? [death or crisis of political leader in Israel?] - eclipse em Libra

Olá astrólogos, se nós dermos uma olhada na carta do ingresso solar em Áries para Israel, Vênus, o regente da casa 10, encontra-se combusto na casa 8; o Ascendente da carta de ingresso cai no ponto médio Marte-Saturno da carta nacional de Israel, localizado na casa 10 deste mapa...

A menção ao eclipse em Libra de 3 de outubro se deveu ao fato de ter sido visível em Israel, o que me motivou a olhar a carta de ingresso solar (eclipses podem ter efeitos drásticos na astrologia antiga).

Mensagem de Dorothy Kovach (moderadora da lista) - mensagem 18987 - 04/01/2006:

Olá Gerson, sem dúvida você acertou! Excelente previsão! Para aqueles que perderam a brilhante previsão de Gerson eu a reproduzo abaixo...

Israel, Ingresso Solar: 20/03/2005, 15:32:58 - Tel Aviv, Israel - 34E46, 32N04

Nota-se, conforme foi salientado pelo astrólogo, a presença de Vênus, planeta regente da casa 10, combusto (conjunto ao Sol - órbita de 3 graus) e posicionado na casa 8. Sabe-se que a casa 10 em astrologia mundial se refere ao governo, aos altos dignitários da nação, aos líderes políticos do país. A combustão é um fenômeno muito presente em situações de morte ou grave crise, como já vimos no mapa de ingresso do Brasil este ano, no mapa de 1975 (ano da morte de Vladimir Herzog) e na morte do Papa João Paulo II. É considerada na astrologia medieval um grave sinal. Guido Bonatti (século 13) diz ser a combustão "o maior dos infortúnios que pode recair sobre um planeta" (talvez isso não se aplique à astrologia natal, como nós modernos sabemos, mas na mundial é inquestionável).

A Lua na casa 12, afastando-se de Saturno e aplicando uma oposição partil (exata) a Marte, é outro sinal de infortúnio. Há uma estrela maléfica em oposição próxima ao Meio do Céu: Zuben Elgenub, de natureza Marte-Saturno, a qual Robson refere como relacionada a "doença, desgraça, violência, obstrução" (Vivian Robson, Fixed Stars and constelations -Ed Ascella, London - 1923). O Meio do Céu, como vimos em mapas mundanos, afeta o chefe de governo do país. Estas tendências estão atuantes no período até cerca de 21 de março de 2006, pois este mapa é anual.

Ariel Sharon (fonte: Rodden astrodatabank - classificado como A)
27/02/1928 7:49 Kafr Malal - Israel - 32N11, 34E54.

Aplicando técnicas medievais para estimativa de longevidade, podemos ver que Sharon se encontra em um período em que pode haver um acentuado declínio de sua saúde. Como nem o Sol nem a Lua se candidatam a Hyleg (ponto do mapa associado ao prolongamento da vida), o Ascendente pode ser o Hyleg. O Hyleg precisa ser aspectado por um dos planetas associados às dignidades essenciais de Ptolomeu (ver artigo em Constelar). O Ascendente está nos termos de Vênus, que está em aspecto com ele. Por isso pode ser escolhido como planeta Alcochoden (o que aponta os anos de vida). À Vênus são atribuídos 82 anos de vida como máximo período. Como Vênus está afligido por Marte, subtraem-se 15 anos (idade menor de Marte) mais 40 meses (número da idade média atribuída a Marte). O sextil com Júpiter adiciona 12 anos (idade menor de Júpiter) à contagem, mais 45 meses (número de meses igual à idade média atribuída a Júpiter). Total: 79 anos e 5 meses.

Então, Sharon está bem próximo do limite (é preciso salientar aqui que não é adequado tomar esta técnica como uma "sentença de morte", mas sim para avaliar um período de declínio da saúde, como foi mencionado). As técnicas usadas para avaliar a longevidade diferem de autor para autor; o uso dos termos egípcios, ao invés dos de Ptolomeu, apontaria para outro Hyleg, e a expectativa de logevidade avançaria alguns anos após os 80. Lilly não considerava muito satisfatórios este métodos, mas eram amplamente empregados na Idade Média (certamente os Reis e nobres precisavam preparar sua sucessão).

É preciso também olhar para as direções e progressões, Firdaria, etc., que darão um referencial seguro para o astrólogo.

Aplicando Firdaria - técnica medieval que estabelece uma seqüência fixa de sucessão de períodos planetários que regem a vida - vemos que Sharon está no Período do Sol, entrando (a 6 de janeiro de 2006) no subperíodo de Mercúrio. Como Mercúrio rege a casa 6 e está em detrimento em Peixes e retrógrado na casa 12, há um sugestão de possíveis problemas de saúde de natureza severa (o regente da casa 6 está debilitado tanto do ponto de vista da dignidade essencial quanto acidental). Por profecção, outra técnica tradicional, ele se encontra num ano de casa 6 (77-78 anos). Em profecção fazemos uma "progressão anual das casas" - do zero ao primeiro ano de vida se está na casa 1; aos 12, 24, 36... 60, 72 se está no ano do ascendente novamente. Portanto, aos 77 se está na casa 6.

Israel (Fonte: Baigent, Campion e Harvey - Mundane astrology, Ed. Thorsons)
14/05/1948, 16:37 - Tel Aviv -34E46, 32N04.

Um ponto importante a observar, de acordo com o astrólogo da antiguidade Paulus Alexandrinus (Século IV), é a posição da Lua pré-natal (Lua Nova ou Cheia que precede o nascimento). Nos anos em que, por profecção, o Ascendente está em quadratura ou diâmetro (oposição) com o signo da Lua pré-natal, há uma possibilidade de crise. Para confirmar é preciso ver os trânsitos e progressões somados a isto. Expandindo este conceito para a carta de Israel, vemos que a Lua pré-natal encontra-se a 18 graus e 22 de Touro. Aos 60 anos o Ascendente por profecção estará na própria casa 1, portanto aos 57 anos (maio de 2005 - maio de 2006) o Ascendente está na casa 10, em Leão, portanto em quadratura com Touro - ponto pré-natal - sinal de crise adiante, de acordo com Alexandrinus. Os trânsitos confirmarão: Saturno debilitado se encontra na casa 10 (a casa do ano profectado), e Marte se aproxima em janeiro da conjunção com o ponto da Lua pré-natal, portanto confirma o presságio de crise afetando o país ou governo e/ou seu dignitário.

O Dodekatemorion de Marte (outro fator importante tanto na astrologia grega quanto medieval) está posicionado em Leão a 8 graus, "apimentando" mais o panorama. Dodekatemoria é uma técnica originária da Grécia antiga ou Babilônia e é calculada do mesmo modo que as Harmônicas (a qual pensam que é uma invenção moderna, de 1970). Assim, calcule a Harmônica 13 dos planetas e você terá a Dodekatemoria.

Cálculo da Dodekatemoria (harmônica 13)

Muliplicar por 13 os graus e minutos do planeta em questão. No caso, Marte está a 28 graus e 19 minutos de Leão. Assim, temos:

28 x 13 = 364 graus;
19 x 13 = 247 minutos (4 graus e 7 minutos).

Somando tudo: 368 graus e 7 minutos. Agora vamos contar 368 graus, somando de 30 em 30 signos inteiros mais o resto (8 graus) - partindo de zero graus de Leão (signo de Marte): Leão, Virgem, Libra e assim por diante, até totalizar 360 graus. Totaliza em Câncer a 30 graus. Adicionando-se 8 graus chegamos à posição harmônica 13 de Marte: 8 graus de Leão (atualmente boa parte dos programas de astrologia calcula harmônicas, é só olhar a posição de Marte no mapa H13 para Israel).

Quando o Dodekatemorion de Marte e Saturno cai em ângulos e outros pontos como Sol, Lua, Parte da Fortuna, do Espírito, da Necessidade ou sobre o ponto da Lua pré-natal, tem efeitos desfavoráveis. Já o de Vênus e Júpiter tem efeitos favoráveis. O Dodekatemorion (ou harmônica 13) de Marte cai aqui na casa 10, o que não é favorável. Isto pode trazer calamidades segundo os antigos. Como a quadratura Marte-Saturno em trânsito também afeta este ponto, é um dado desfavorável adicional.

Outros estudiosos usam a carta com horário das 16 horas, mas, como talvez diria Campion: "O mapa correto, em mundial, é o que dá bons resultados nas mãos do astrólogo hábil."

Outros artigos de Gerson Pelafsky.



Atalhos de Constelar 92 - Fevereiro/2006 | Voltar à capa desta edição |

Plutão e o Conde de Monte Cristo | Por que O Conde de Monte Cristo é plutoniano |
O auge como início da derrocada: o exílio
| A nova identidade |
Perfil |
Alexandre Dumas, uma vida de romance |
Astrologia Tradicional | Antecipando a doença de Ariel Sharon |
Previsões confirmadas
| O impagável George W. Bush |
Tributo a Ademar Eugênio de Mello | Ademar, muito mais do que astrólogo |
Astrologia e Psicanálise | Sujeito e Destino |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva