Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 86 :: Agosto/2005 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

ASTROGEOMANCIA APLICADA

Investigando o futuro de Lula

João Acuio e Zoe de Camaris

Utilizando as técnicas de investigação geomântica com base nas casas astrológicas, João Acuio e Zoe de Camaris fazem uma inquietante avaliação do futuro político do presidente Lula e do Brasil.

Em 16 de julho de 2005, sábado, quando Saturno deu o seu primeiro passo na longa travessia sob as jubas do Leão, joguei a sorte para o Excelentíssimo Presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.

Zoe, emergindo dos seus estudos de Geomancia, veio me cutucar para que fizesse uma pergunta ao oráculo. Queria testar o jogo. Uma verdadeira dádiva, já que me encontrava soterrado sob os céus de Lula, Brasil, PT, etc.

Perguntei:

-"Lula vai terminar o mandato? É deposto, reeleito? Como será? Qual o destino do governo Lula?"

Pensei no Presidente e comecei a jogar as pedrinhas. Depois de alguns sorteios e anotações, as seguintes figuras foram dispostas numa mandala de 12 casas astrológicas e 3 geomânticas, compondo o seguinte diagrama:

1. Albus
2. Rubeus
3. Puella
4. Carcer
5. Fortuna Maior
6. Rubeus
7. Amissio
8. Fortuna Maior
9. Conjuctio
10. Albus
11. Caput Draconis
12. Carcer
Nota - Uma visão geral dos símbolos geomânticos e de seu uso com casas astrológicas pode ser obtida com a leitura do artigo Princípios de Geomancia com Conotação Astrológica, de Raul V. Martinez, publicada na edição 67 de Constelar, de janeiro/2004. A observar apenas que, embora os símbolos geomânticos sejam sempre os mesmos, a linha de leitura exemplificada por Raul V. Martinez difere um pouco da adotada por Acuio e Zoe de Camaris.

Testemunha do Passado: Rubeus

Testemunha do Futuro: Cauda Draconis

Juiz: Amissio

Quebra-cabeça montado, chegamos a seguinte avaliação:

Lula é Albus, isto é, a figura branca, pálida, colocada na casa 1 - a da imagem incorporada e percebida por todos. Albus na 1 aponta estabilidade, honestidade, pureza - de "cândido" (branco) deriva a palavra candidato. O eterno neófito. Tanto tempo concorrendo às eleições faz isso: apesar de Presidente eleito, Lula ainda traz em si a mácula do branco - a de eterno candidato.

Lula, em foto oficial.

Albus transfere-se para a casa 10, isto é, o Governo Lula, propriamente dito. Conclusão: Lula quer a reeleição.

No entanto, na casa 2 - a dos recursos e armas (aliados) - e na 6 - saúde e empregados, encontra-se a figura oposta a Albus, ou seja, Rubeus.

Rubeus é sangue, violência, febre, cólera. Na casa 2, benefícios irregulares e transações desastrosas. Na 6, inflamação, operação cirúrgica, febre, insolação, ameaça de roubo e ...rubéola.

Em outras palavras, a transmissão de Rubeus da 2 para 6 aponta o sangue, a guerra dos empregados por armas e recursos. Enquanto isso, Lula mostra-se pálido, puro, branco - Albus na casa 1.

Um detalhe importante: Rubeus aparece também como Testemunha do Passado - uma testemunha nada animadora, já que violenta e colérica. Muitos de seus aliados são, não só hoje como já o eram no passado, violentos e febris. E na equação geomântica testemunham contra.

Albus e Rubeus, Branco e Vermelho ou, de outra forma, o par puritanismo versus libertinagem. Nos seus extremos, um se torna o outro. Palidez anuncia explosão sanguínea. Prenuncia a congestão.

Muito congruente ao PT ético x PT lama. Ou à imagem de políticos sanguinários posando de puros imaculados.

O Vermelho se tornará Branco, o Branco se tornará Vermelho.

Puella na 3 - casa da comunicação - aponta uma fala superficial e pueril de Lula, enquanto candidato. Uma espécie de comunicação feita por uma menina adolescente. Aliás, perdemos um furo jornalístico. No dia seguinte deste sorteio, Lula dá uma entrevista na França para uma jornalista que, ao se dirigir ao Presidente, quebra o protocolo algumas vezes chamando-o de Você - termo inadequado para se referir a um chefe de Estado. Puella na três também indica que as mulheres estarão dando com a língua no dentes.

Essa forma de comunicação continuará inalterada enquanto Lula se portar como candidato. Enquanto Governo, falará a voz de Carcer - a 3 da 10.

Na casa 4, está Carcer, isto é, uma morada abaixo do solo - o porão. Carcer na 4, casa do veredicto do evento, aponta desapontamento, tristeza dentro de casa, melancolia, sentimentos trancados, memórias presas.

Carcer é uma figura de prisão e ela se encontra também na 12, o que nos faz concluir que Carcer na 12 é a prisão dentro da prisão.

A Casa 4 é a oposição ao governo Lula, já que está oposta à 10, a do governo. Carcer aponta que a oposição está bloqueada, embora concentrada. Há muita coisa escondida que jamais saberemos, já que Carcer se transfere para a casa 12, ocultando ainda mais o que acontece nas entranhas do Brasil.

O Vermelho se tornará Branco e o Branco se tornará Vermelho.

Na casa 5 e na 8, temos a figura da Fortuna Maior, o que nos faz mudar de tom.

Essa transmissão, da 5 para a 8, somado a Caput Draconis na 11 - a dos amigos - anuncia o retorno de alguém muito esperado e querido por Lula. Alguém afastado há longo tempo e, provavelmente, morando fora do país.

Um amigo bom de longe virá.

Essa pessoa será decisiva para o destino político de Lula e do Brasil.

Na Casa 7 encontra-se a figura de Amissio, isto é, A Perda. Ora, a casa 7 é a casa dos parceiros e inimigos declarados. Amissio nesta posição é uma punhalada nas costas - traição. Os parceiros, PT, e base aliada, tornaram-se inimigos declarados, já que o ataque à sua imagem e destino político vêm daí. Os inimigos não são ocultos, é o que queremos dizer.

E na casa 9, Conjuctio - figura positiva e afirmativa da diplomacia e boas relações com o estrangeiro, firmando e consolidando pactos. Aqui há um ponto de força.

Em uma das casas geomânticas, a Testemunha do Futuro, temos Cauda Draconis. Essa posição diz respeito ao futuro da escolha. A Cauda do Dragão diz:

"A perseguição do objeto desejado acarreta o risco de uma catástrofe geral."

No início, o espelho comprou a alma da terra, agora a alma da terra quer comprar o espelho.

Se Lula insistir na reeleição, perde o governo. E, muito pior, o vermelho será derramado por todo o país.

Caso escolha terminar o governo, assumindo a figura Albus, isto é, a função Q-Boa, Cândida (outro nome para água sanitária), de Albus, pálido, se tornará, Rubeus, vivo .

Independente da sua escolha, o expurgo será concluído, já que o Juiz do sorteio é a figura Amissio - A perda, ocupando também a do agressor - casa 7. Os venenos vazarão sob o ritmo acelerado do inimigo declarado.

O Vermelho se tornará Branco e o Branco se tornará Vermelho.

O fogo que devora. O fogo que endurece. O fogo que consome.

Aglomeração.

Pigmentação.

Encontro e desenvolvimento.

O banho.

Saiba mais sobre João Acuio e Zoe de Camaris.



Atalhos de Constelar 86 - Agosto/2005 | Voltar à capa desta edição |

A descoberta do décimo planeta | Muito além de Plutão | Um planeta no ventre do monstro |
Astrogeomancia aplicada | Investigando o futuro de Lula |
Astrologia Mundial | Uma nova Grande Depressão em 2010? |
Perfil | Delúbio, o homem do tesouro |
Astrologia Tradicional | Um olhar sobre a política brasileira |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva