Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 166 :: Abril/2012 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

PRESSÁGIOS 2012

O mapa do Equinócio de Áries

Fernando Fernandes

O mapa do ingresso do Sol em Áries, equinócio de primavera no hemisfério norte, permite levantar previsões para todo o ano astrológico. O mapa de 2012 mostra quatro configurações bem distintas, que definem o clima geral do ano. A mais importante é a difícil quadratura Urano-Plutão.

TerrorO mapa do ingresso do Sol nos signos cardinais é um tradicional recurso de Astrologia Preditiva, utilizado pelo menos desde a época de Ptolomeu. Consiste em levantar o mapa para o momento exato da entrada do Sol num signal cardinal - Áries, Câncer, Libra ou Capricórnio - e utilizá-lo para verificar tendências válidas para o período que se inicia. Considera-se que o ingresso do Sol em Áries (equinócio de primavera do hemisfério norte) é o mais importante como recurso preditivo, indicando tendências válidas para um ciclo inteiro do Sol (até o ingresso em Áries do ano seguinte, ou seja, um ano inteiro). Os demais ingressos são utilizados como mapas subsidiários, com alcance limitado a uma estação, ou seja, três meses. Por exemplo: o ingresso do Sol em Câncer indica tendências válidas para o inverno (hemisfério sul) ou o verão (hemisfério norte), e assim por diante.

Veja também: previsões para 2012, país por país

No momento em que o Sol entra em Áries, as posições dos planetas por signo são as mesmas em qualquer lugar do globo terrestre. O que muda são as posições por casa. Para levantar as tendências para cada país, é necessário calcular a carta do ingresso do Sol em Áries para as coordenadas da respectiva capital. A análise da carta de ingresso não comporta muitos detalhes. Antes de tudo, importa observar se existem planetas em estreita conjunção ou oposição aos ângulos, o que nos dará uma chave imediata para as possibilidades de interpretação. Adicionalmente, cabe observar se alguma casa (ou eixo de casas) apresenta uma concentração significativa de planetas. Pode-se, finalmente, verificar como os planetas e, em especial, os ângulos do mapa de ingresso afetam o mapa daquele país.

Para começar, observemos o mapa do ingresso do Sol em Áries apenas em suas configurações básicas, sem qualquer consideração de casas. O que vemos são quatro configurações que logo se destacam:

Equinócio de Áries 2012 - 1

Ingresso do Sol em Áries em 2012 - 20.3.2012, 05h14min25s UT (hora universal) - Sem indicação de casas.

Marte em Virgem oposto a Netuno e Lua em Peixes

O eixo Virgem-Peixes tem muito a ver com as massas de pessoas comuns. Virgem rege os trabalhadores, os subalternos, as "formiguinhas" que fazem o trabalho pesado em qualquer sociedade; em Peixes, estão os que não encontram um lugar apropriado na estrutura social: os desalojados, as vítimas, os migrantes etc. Aspectos tensos no eixo Virgem-Peixes podem sinalizar problemas relacionados ao desemprego, à perda de status e à indiferenciação social. Temos aí, em potencial, as massas desabrigadas em desastres ambientais ou em guerras.

Tanto Lua quanto Netuno são significadores genéricos de multidões. Juntos em Peixes, indicam grandes marés humanas em movimento. Em oposição a Marte, mostram essas multidões afligidas ou agredidas de alguma forma, ou explodindo numa onda de fúria. São situações que sempre existiram, mas cuja manifestação tende a ganhar um tom mais agudo ao longo de 2012.

Marte é um planeta de ação, agressão e iniciativa. Em Virgem, pode indicar a polícia, as forças armadas encarregadas de manter a ordem ou ainda a perseguição a minorias étnico-religiosas (Virgem é um signo de discriminação e "limpeza" - inclusive nos piores sentidos). Situações como a que a Síria já vive desde 2011 - o genocídio dos opositores do regime, pertencentes a outra etnia - podem espalhar-se para outros países, atingindo proporções alarmantes. O racismo certamente será um problema marcante em 2012.

A conjunção Netuno-Lua em Peixes também pode ser um símbolo para água - e em doses torrenciais: inundações, rompimento de barragens, maremotos etc.

A problemática indicada por esta oposição tende a ocorrer com maior probabilidade em regiões onde Netuno, Lua e Marte ocupem posição angular. Veremos, na continuação deste artigo, que isto é verdade para um dos maiores países do mundo.

Equinócio de Áries 2012 - O stellium em Áries

Sol-Mercúrio-Urano em Áries

Essa tripla conjunção em Áries dá ao mapa do Equinócio um tom bastante explosivo, especialmente pelo fato de que Urano está também numa tensa quadratura com Plutão. Temos aí um excesso de fatores quentes, turbulentos, mas, por outro lado, também o toque de ousadia necessário para as grandes ações. A configuração estimula mudanças rápidas e reviravoltas em todos os sentidos. Em muitas regiões do mundo os jovens continuarão nas ruas, num desdobramento dos movimentos populares de 2011.

Equinócio de Áries 2012 - Trígono em Terra

Grande Trígono em Terra

Um Grande Trígono é sempre uma configuração estabilizadora, especialmente quando nela encontramos Vênus e Júpiter, os dois planetas benéficos da Astrologia Clássica, bem aspectados num signo de abundância como Touro. É o que o mapa do Equinócio tem de melhor, mostrando uma pausa (ou ao menos um "refresco") no processo de deterioração da economia mundial iniciado em 2008. A crise não terminou - muito pelo contrário! - mas o mapa indica recursos que podem amenizar suas consequências e até mesmo levar a uma recuperação parcial. Contudo, nem todas as pontas desse triângulo expressam a mesma fluidez. O lado "fácil" da configuração é a conjunção Vênus-Júpiter em Touro; Plutão em Capricórnio enfrenta a difícil quadratura com Urano em Áries; e Marte em Virgem fica com a parte mais complicada, já que está retrógrado e em oposição ao dissolvente Netuno em Peixes. Se Lembrarmos que Touro tem relação com o capital (bens móveis, moeda, poupança) e Capricórnio representa o governo (estruturas de poder, administração pública), esse Marte em Virgem faz pensar na classe trabalhadora que mantém o sistema funcionando.

Parece uma boa metáfora dos ajustes com que alguns países vêm enfrentando a crise econômica: governo e grande capital se aliam para preservar seus interesses e repassam o prejuízo para a parte mais fraca, os trabalhadores que perdem empregos ou enfrentam a redução de salários e o sacrifício de direitos. Foi o que aconteceu na Grécia, e é o que pode acontecer em outros países em crise sob essa configuração enganosamente "fácil".

Equinócio de Áries 2012 - Quadratura Urano-Plutão

Quadratura Urano-Plutão

A quarta configuração a se destacar na carta é também a de significação mais ampla por envolver dois planetas lentos, ambos relacionados a mudanças drásticas. A quadratura, que ficará exata pela primeira vez a partir de junho de 2012, é o primeiro grande momento de ajuste do ciclo iniciado com a conjunção Urano-Plutão dos anos 60, que inaugurou a atual ordem econômica mundial. O ciclo dos dois planetas está diretamente associado ao desenvolvimento do capitalismo, desde o final da Idade Média. Nas conjunções sempre ocorrem grandes avanços tecnológicos e uma forte concentração de capitais. Na década de 60 o fato marcante foi o desenvolvimento da eletrônica e da informática, que definiram novos rumos para a indústria e para os interesses do grande capital. Na esteira da revolução tecnológica consolidou-se o poder americano e da Europa Ocidental, ao mesmo tempo em que o Japão assumiu o papel de segunda potência do mundo. O que está em jogo agora, na quadratura, é a sociedade de consumo e o modelo de divisão internacional do trabalho moldado nos anos da conjunção, contra o pano de fundo da Guerra Fria.

O processo de ajuste começou com a crise das hipotecas americanas e prosseguiu com a Primavera Árabe e o cruel ajuste econômico dos países europeus, especialmente os da região do Mediterrâneo. Os dois últimos processos guardam relação com a quadratura Urano-Plutão, em formação desde 2010. O caráter demolidor desse aspecto estará presente ainda com mais força em 2012, especialmente nos países em cujos mapas de ingresso Urano ou Plutão for angular.

Previsões com o mapa do equinócio, país por país

Outros artigos de Fernando Fernandes.

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Fernando Fernandes - O Ingresso do Sol em Áries | Compreendendo o mapa do equinócio | Previsões detalhadas, país por país |
Fernando Fernandes - Biografias astrológicas | A Rússia de Vladimir Putin | Tancredo Neves e Coração de Estudante |

Edições anteriores:

Fernando Fernandes - Rio de Janeiro | Todos em uma só maré | A viagem de Estácio de Sá |
| Malandros e rebeldes | A alma carioca, casa por casa |
Fernando Fernandes - A crise da Síria | A guerra civil em quatro mapas |
| Bashar al-Assad, o lado escuro de Harry Potter |



Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva