Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 128 :: Fevereiro/2009 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

TESTANDO A CHAVE SECRETA DA ASTROLOGIA

A tragédia da TAM em Congonhas
explicada nas profecções

Raul V. Martinez

Aplicando a técnica ao Carandiru e ao Mensalão

18 de setembro de 1995 – Nesse mês o dólar voltou a cair, provocando a queda de todas as grandes bolsas de valores do mundo. Na tentativa de tirar a economia da estagnação, o governo japonês baixou a taxa de juros para 0,5% ao ano em setembro de 1995, a menor taxa de toda a história econômica japonesa. Anunciou ainda um pacote de estímulo econômico de US$ 100 bilhões de dólares e um corte nos impostos de US$ 20,2 bilhões.

São fatos que concordam com ativações da carta de ingresso de Saturno construída para Brasília, que possui agrupamento planetário cobrindo a cúspide da casa 2. Júpiter, retrógrado, regente de Sagitário, signo onde estão o Ascendente, a Lua e Urano, mais o arco de profecção (265º15’) passa para 27º45’ de Aquário; o Ascendente, mais esse arco, passa para 28º43’ do signo oposto, Leão. Sendo a Lua regente das casas 8 e 9, das transformações e do estrangeiro.

Marte ingressou em Áries em 14.04.1994 (Fig. 11). Entre essa data e 18.09.1995 transcorreram 522 dias. Portanto, 522 x 13’ = 6786’ = 113º06’; e 522 x 16’ = 8352’ = 139º12’.

Marte ingresso 1994

Fig. 11 - Ingresso de Marte em Áries - 14.4.1994, 15:01:36.
Brasília, DF - 047w55, 15s47.

Nessa figura, Vênus rege a casa 2, das finanças, além de reger e estar presente na casa 9, dignificado em Touro – com isso sendo significador principalmente das finanças internacionais. Vênus, mais 113º06’, passa para 9º01’, em oposição a Saturno, em Peixes, interceptado. Marte, o dono do ingresso, mais esse arco, vai para 23º06’ de Câncer, em oposição a Netuno a 23º19’ de Capricórnio.

A Lua, presente no Meio-Céu da carta de ingresso, regente da casa 12, mais o outro arco de profecção, 139º12’, passa para 24º16’ de Libra, em oposição ao Sol, a 24º33’ de Áries, regente do Ascendente, presente na casa 8, das transformações e perdas. Mercúrio, planeta da casa 8, regente do Meio-Céu, mais esse arco, fica em conjunção com o Ascendente e em quadratura com Plutão.

Carta solar 9 de outubro de 1991

Fig. 12 - Carta de 9.10.1991 - 12h.
Brasília, DF - 047w55, 15s47.

9 de outubro de 1991 (Fig. 12) – Com o Sol, regente do Meio-Céu, transitando junto de Vênus interceptado da carta de ingresso, com a Lua transitando sobre o agrupamento da casa 12 da carta de ingresso, e Plutão se aproximando do Sol dessa carta, nesse mês, Fernando Collor de Mello começava a sofrer acusações de corrupção, que culminariam com a cassação do mandato presidencial. Com a ‘Teologia da Libertação’ e as ‘Comunidades Eclesiais de Base’ enfraquecidas, com a Igreja sofrendo com a falta de agentes pastorais, com a multiplicação de seitas evangélicas, entre 12 a 21 de outubro de 1991, o papa João Paulo II, chefe do Vaticano, visitou o Brasil e beatificou a primeira brasileira (que nasceu na Itália), a polêmica madre Paulina.

Ingresso Marte 1990

Fig. 13 - Ingresso de Marte em Áries - 31.5.1990, 04:10:51.
Brasília, DF - 047w55, 15s47.

O ingresso anterior de Marte, em 31.05.1990 (Fig. 13), se deu com Urano, Netuno e Saturno, em Capricórnio, na casa 9, da religião e das leis. Estando Urano retrógrado, regendo o Meio-Céu do ingresso, a 8º43’ de Capricórnio, sobre o Netuno da carta de ingresso de Saturno, a 8º13’ desse signo.

Entre 31.05.1990 e 9.10.1991 transcorreram 496 dias; 496 x 13’ = 6448’ = 107º28’. Saturno, retrógrado, dignificado, regente da casa 9, presente nessa casa, mais esse arco, passa para 12º15’ de Touro, em sextil com Júpiter, exaltado, regente da casa 8.

496 x 16’ = 7936’ = 132º16’. A cúspide da casa 9, acrescida desse arco, passa para 16º41’ de Touro, ativando o eixo Mercúrio-Plutão retrógrado. Onde Mercúrio rege a casa 2, e Plutão rege e está na casa 7.

Profecções associadas ao Arcano 12

Veremos agora, em voltas anteriores, profecções ligadas ao Arcano 12 – da ‘liberdade relativa, limites, sofrimentos e prisões. Saturno ingressou em Capricórnio no dia 12 de novembro de 1988; 6821 dias antes da tragédia de 17 de julho de 2007.

Como foi visto, o arco da profecção de 12’/dia é igual a 3 voltas do zodíaco mais 284º12’; e uma volta no zodíaco, na profecção de 12’/dia, corresponde a 21600’/12’ = 1800 dias. Ou seja, a cada 1800 dias anteriores a 17.07.2007 ocorreu um arco de profecção de 284º12’. Isso se deu nos dias 12.08.2002; 7.09.1997 e 3.10.1992.

Serão considerados a seguir fatos importantes ocorridos nas datas em que valia o arco de profecção associado ao Arcano 12.

12 de agosto de 2002 – Em torno desta data não aconteceram fatos novos marcantes, de natureza do Arcano 12.

7 de setembro de 1997 – Em torno desta data também não aconteceram fatos novos marcantes, de natureza do Arcano 12.

Carandiru

Fig. 14 - Massacre do Carandiru, carta solar - 2.10.1992, 12h.
São Paulo, SP - 046w37, 23s32.

Carandiru3 de outubro de 1992 – Com a Lua, Urano e Netuno transitando juntos em Capricórnio, em oposição a Marte em trânsito, e em quadratura com Vênus da carta de ingresso de Saturno; com Vênus e Plutão transitando sobre o agrupamento da casa 12 (prisões) da carta de ingresso de Saturno; e com Júpiter, regente do Ascendente da carta de ingresso, transitando em quadratura fechada com Urano da carta de ingresso, no dia 2 de outubro de 1992 (fig. 14) ocorreu o Massacre do Carandiru, um dos episódios mais sangrentos da história prisional brasileira, com 111 presos mortos pela polícia. Como conseqüência disso, o Governo do Estado de São Paulo implodiu o lugar, que abrigava mais de 7200 internos.

Ingresso Marte 1992

Fig. 15 - Ingresso de Marte em Áries - 5.5.1992, 18:35:56.
Brasília, DF - 047w55, 15s47.

Marte ingressou em Áries no dia 5 de maio de 1992 (fig. 15), 151 dias antes de 3.10.1992, em quadratura com a linha dos Nodos Lunares, da segunda para a oitava casa da carta construída para Brasília; com a Lua sobre a cúspide dessa última casa, e com Plutão em conjunção com o Sol da casa 12 do ingresso de Saturno.

151 x 13’ = 1963’ = 32º43’. Netuno retrógrado (regente natural da casa 12, no ingresso junto de Urano retrógrado, regente da casa 4, do fim), mais esse arco, fica a 21º37’ de Aquário, em quadratura com Plutão retrógrado (morte), na casa 12 (prisão), e regente do Ascendente da carta de ingresso de Marte.

151 x 16’ = 2416’ = 40º16’. O Sol, regente do Meio-Céu, na casa 6, mais esse arco, passa para 25º53’ de Gêmeos, junto da Lua, a 26º10’ de Gêmeos, na cúspide da casa 8.

Ingresso da Lua em Câncer setembro 1992

Fig. 16 - Ingresso da Lua em Câncer - 19.9.1992 - 21:58:52
Brasília, DF - 047w55, 15s47.

A Lua ingressou em Câncer no dia 19 de setembro de 1992 (fig. 16), às 21:58:53, +3:00. Na carta construída para Brasília, Plutão, regente da casa 7, se opõe ao Ascendente. Entre essa data e o dia 2 de outubro de 1992 transcorreram 13 dias, ou 312 horas. Como o massacre ocorreu durante o dia, será considerado o intervalo de tempo igual a 300 horas.

300 x 18’ = 5400’ = 90º. Aproximadamente, esse é o ângulo que existe entre Júpiter (regente da casa 8) e a linha dos Nodos (no eixo das casas 2 e 8); onde Júpiter (grande) está junto do Sol, regente da casa 4 (fim). Aproximadamente, esse também é o ângulo entre Plutão (morte) e o Meio-Céu da carta de ingresso lunar. Assim como é o ângulo entre a Lua (a dona do ingresso, significadora geral) e Mercúrio, regente da casa 2, que se opõe ou complementa a oitava casa.

Profecções para datas posteriores a 17 de julho de 2007

- Considerando apenas, na carta de Ingresso de Marte em Áries, a distância da cúspide da casa 8 a Marte.

Profecção de 16’/dia – associada ao Arcano 16, que destrói ou quebra coisas ou padrões existentes. Na figura do ingresso, a distância da cúspide da casa 8 à posição de Marte é de 28º06’, ou 1686’; distância que, dividida por 16’, fornece o número de dias necessários para tornar exata essa profecção. Assim, a profecção torna-se exata em torno de 105 dias após 15 de maio de 2007. Intervalo de tempo que corresponde a 28 de agosto de 2007. Nessa profecção, Marte, além de ser o dono da carta de ingresso, é o regente da casa 9 (da política, da justiça, do distante, da religião, da ética e da moral) e da casa 4 (base, início, fim, resultado); e a casa 8 é ligada à transformação. Nessa figura, a Lua (povo) rege o Ascendente e está exaltada no Meio-Céu, em sextil com Vênus, seu dispositor, na casa 12 (junto da Parte da Fortuna).

Profecção de 13’/dia – associada ao Arcano 13, das transformações e mudanças.  De forma análoga ao caso anterior, para que a profecção de 13’/dia, aplicada a partir da cúspide da casa 8 do ingresso, atinja Marte (1686/13 = 129,69 ou 130 dias depois de 15.05.2007), obtém-se 22 de setembro de 2007.

Considerando as profecções baseadas nos Arcanos associados a Saturno nessas datas:

28.08.2007 - Saturno ingressou em Capricórnio no dia 12 de novembro de 1988; 6863 dias antes de 28 de agosto de 2007.

  • Arcano 15 – associado às forças descendentes, concretizadoras.
    6863 x 15’ = 102945’ = 1715º,75, ou 275º45’ na última volta.
    A Lua, regente da casa 8, mais esse arco, passa para 29º15’ de Virgem (aproximando-se da oposição a Marte do ingresso), em quadratura com Urano, regente da casa 4.
  • Arcano 12 – associado às restrições.
    6863 x 12’ =  82356’ = 1372º,6, ou  292º36’ na última volta.
    A Lua, regente da casa 8, mais esse arco, passa para 16º06’ de Libra, sobre Vênus, em signo interceptado; a cúspide da casa 8, mais esse arco, fica a 28º50’ de Áries (também interceptado), em trígono com a Lua – na casa 1, junto de Urano.

22.09.2007 - Saturno ingressou em Capricórnio no dia 12 de novembro de 1988; 6888 dias antes de 22 de setembro de 2007.

  • Arcano 15 – 6888 x 15’ = 103320’ = 1722º, ou 282º na última volta.
    O Meio-Céu, mais esse arco, passa para 4º55’ de Gêmeos, ainda em conjunção com o Descendente, onde está Júpiter, retrógrado, em detrimento, regente do Ascendente da carta de ingresso.
  • Arcano 12 – 6888 x 12’ = 82656’ = 1377º,6, ou 297º36’ na última volta.
    O Ascendente da carta de ingresso de Saturno, mais esse arco, passa para 1º04’ de Libra, em oposição a Marte dessa figura. O Meio-Céu, 142º55’ + 297º36’ = 80º31’, ou 20º31’ de Gêmeos, começando a oposição à Lua do ingresso.

Profecções da Lua

Consideremos as profecções baseadas no Arcano associado à Lua nessas datas.

Ingresso da Lua em Câncer - Agosto de 2007

Fig. 17 - Ingresso da Lua em Câncer - 9.8.2007, 02:36:02
Brasília, DF - 047w55, 15s47.

- Ingresso da Lua em Câncer, imediatamente anterior a 28 de agosto de 2007 (fig. 17):  09.08.2007, 02:36:02, +3:00, Brasília. Nessa carta, Urano retrógrado rege a casa 9 e está nessa casa, em Peixes, próximo do Meio-Céu (poder, governo). Netuno retrógrado (enganos, fraudes), regente do Meio-Céu, está na casa 9. Outra casa importante nessa figura é a 3, associada aos meios de comunicação. Nesse mesmo sentido, o Ascendente é regido por Mercúrio - que não expressa totalmente sua potencialidade, por estar combusto.

Intervalo de tempo, entre a data do ingresso e 28.08.2007: aproximadamente 19,5 dias, ou 468 horas; 468 x 18’ = 8424’ = 140º24’. A Lua (povo), dona do ingresso, mais esse arco, passa para 20º24’ de Escorpião, em quadratura com Netuno do ingresso, a 20º45’, retrógrado, de Aquário.

Ingresso da Lua em Câncer - Setembro de 2007

Fig. 18 - Ingresso da Lua em Câncer - 05.9.2007, 08:07:47
Brasília, DF - 047w55, 15s47.

Ingresso da Lua em Câncer, imediatamente anterior a 22 de setembro de 2007 (fig. 18): 05.09.2007, 08:07:47, +3:00, Brasília. Nessa carta, Mercúrio é dispositor de Saturno, do Sol e de Marte. Está dignificado, mas na casa 12, saindo de Virgem, para ficar em quadratura com a Lua, a dona do ingresso.

Intervalo de tempo, entre a data do ingresso e 22.09.2007: aproximadamente 17 dias, ou 408 horas; 408 x 18’ = 7344’ = 122º24’. O Sol, regente da casa 9 (dos recursos do governo, do dinheiro público), mais esse arco, fica sobre Júpiter, dignificado, na casa 2, regente da casa 3; conjunção que ativa a quadratura existente entre eles na carta do ingresso lunar.

O que aconteceu de importante nessas datas, no Brasil

De O Estado de S. Paulo Online - terça-feira, 28 de agosto de 2007, 14:31 

BRASÍLIA - Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram abrir ação penal por formação de quadrilha (associação de pessoas com o objetivo de cometer crimes) contra o chamado núcleo político do mensalão: José Dirceu (deputado cassado e ex-ministro da Casa Civil), Delúbio Soares (ex-tesoureiro do PT), José Genoino (deputado federal) e Silvio Pereira (ex-secretário-geral do partido). O ex-ministro, o ex-tesoureiro e Genoino responderão ainda por corrupção ativa. Com a decisão sobre Silvinho, aumentou para 38 o número de réus nos 40 denunciados do mensalão.

  • Nesse mesmo dia, o STF transformou em réus os 40 denunciados, em julgamento considerado um ‘divisor de águas’ na justiça brasileira.
  • No dia seguinte, ao lado do senador Renan Calheiros, o presidente Lula lançou livro sobre crimes contra militantes políticos no regime militar.
  • O ministro da Defesa, Nelson Jobim, ameaçou demitir o comandante do Exército e todos os generais do Alto Comando que se juntassem em um ato de contestação de sua autoridade. A ameaça, explícita, foi feita na sexta-feira da semana anterior, em Brasília, e compôs um cenário de crise em que Jobim e o Exército mediram a força política de cada uma das partes, no rastro da solenidade de lançamento do livro ‘Direito à Memória e à Verdade’, no Palácio do Planalto.

De O Estado de S. Paulo Online - sábado, 22 de setembro de 2007, 15:12 

MensalãoBRASÍLIA - A Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a quebra do sigilo bancário e fiscal da Samos Participações Ltda., holding do ministro de Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, suspeito de ser um dos idealizadores e operadores do mensalão mineiro. A PF solicitou também o bloqueio de bens dos 36 políticos investigados no esquema de captação ilegal de recursos envolvendo a campanha pela reeleição ao governo de Minas do tucano Eduardo Azeredo, em 1998. (...)

Azeredo vai encabeçar a lista de políticos denunciados ao STF, como mentor e maior beneficiário do esquema. O mensalão mineiro é considerado embrião do mensalão petista, montado por Valério no governo Lula. O senador nega envolvimento e pede isonomia de tratamento com Lula, que não foi denunciado pelo Ministério Público no mensalão petista em 2006.

Outros artigos de Raul V. Martinez.

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Fernando Fernandes - Obama e o imaginários dos desenhos animados | Barack Obama. Mas pode me chamar de Bob Esponja. |
Raul V. Martinez - Testando a Chave Secreta da Astrologia | A tragédia da TAM em Congonhas nas profecções |
| Aplicando a técnica ao Carandiru e ao Mensalão |

Edições anteriores:

Henrique G. Wiederspahn - A fundação de São Paulo de Piratininga | Antecedentes históricos |
| Relação de eventos na história de São Paulo |
| A hora aproximada da Primeira Missa | Tabelas de testes de horário 1 | Tabela 2 | Tabela 3 |
| Direções Secundárias e Arcos Solares 1556-1895 |
| Direções e Arcos - séculos XX e XXI | Avaliação por meio de trânsitos e eclipses |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva