Constelar Home
menu
Um olhar brasileiro em Astrologia
 Edição 122 :: Agosto/2008 :: -

Busca temática:

Índices por autor:

| A - B | C - D | E - F |
| G - L
| M - Q | R - Z |

Explore por edição:

1998 - 2000 | 2001 - 2002
2003 - 2004 | 2005 - 2006
2007 - 2008 | 2009 - 2010
2011 - 2013 |

País & Mundo |
Cotidiano | Opine! |
Dicas & Eventos |

ASTROLÓGICA 2008

Com quantos clipes se conta uma história

Fernando Fernandes

Na Astrológica 2008, além das palestras e demais atividades da programação, o grupo GaiaBrasilis aproveitou para lançar mais um documentário que analisa a História do Brasil em linguagem de videoclipe. O tema, desta vez, foi 200: o Processo da Independência do Brasil, lembrando os dois séculos da chegada ao país de D. João VI.

Hector OthonRealizada há uma década pela Gaia, a Astrológica - Encontro Anual de Astrologia faz jus à propaganda de "evento mais agitado do Brasil". Descontraída e bem distante do clima solene que costuma caracterizar congressos do gênero, a Astrológica funciona antes de tudo como um grande espaço de intercâmbio, onde todo mundo parece querer interagir. Que o diga, por exemplo, a platéia que acompanhou a vivência O Calendário Sagrado das Estações, promovida pelo astrólogo cubano Hector Othon [esquerda].

Cenas da Astrológica 2008

Gregório Queiroz e Nadia Greco (linha superior), Alexey Dodsworth e Rose Villanova (linha inferior) parecem querer atualizar a antiga máxima hermética: o que está em cima é como o que está embaixo; o que está embaixo é como o que está em cima. Todo mundo procura, mas só Rose parece ter encontrado.

Gregório Queiroz
Nadia Greco
Alexey Dodsworth
Rose Villanova

História do Brasil em linguagem de videoclipe

A grande novidade introduzida pela Astrológica desde alguns anos foi a mescla entre palestras ao vivo e a apresentação de trabalhos multimídia, em formato de videoclipe. O projeto nasceu em 2002, com a criação do Grupo GaiaBrasilis e a produção do primeiro CD-Rom: Terra Brasilis, o Caminho para Pasárgada, apresentado na Astrológica daquele ano. A partir daí foram mais seis trabalhos multimídia, num ritmo de um por ano.

Patricia BoniO ponto forte do grupo GaiaBrasilis é que, além de astrólogos, todos têm algum vínculo com a questão da produção cultural: Robson Papaleo é arquiteto e tem especialização em patrimônio histórico e artístico; Nádia é geógrafa e já vem coordenando, há alguns anos, o projeto Memória da Astrologia, em parceria com Edil Carvalho; já Patrícia Boni [direita] é jornalista e tem um bom perfil para a investigação histórica - além de um desempenho bastante convincente como locutora.

Essa vinculação com a cultura leva o grupo a encarar a pesquisa e a produção dos documentários antes de tudo como um exercício lúdico. Basta conversar dois minutos com qualquer integrante do GaiaBrasilis para perceber que o trabalho é visto muito mais como fonte de prazer do que como obrigação.

Robson Papaleo"Quem assiste não tem a menor idéia de como a produção é artesanal", conta Nadia Oliveira. Os recursos utilizados na edição variam de acordo com os programas disponíveis e com o talento de cada um para lidar com a parafernália eletrônica. Robson Papaleo [esquerda] teve de virar locutor em alguns clipes e lutou com a dificuldade de sincronizar voz e imagem. "Tivemos de refazer várias vezes", diverte-se Nádia. "Às vezes a locução terminava antes da imagem, às vezes era o contrário. Fomos achando o tempo na base da tentativa e erro."

O resultado final emociona. Figuras históricas distantes, como D. João VI e Napoleão Bonaparte, ganham consistência humana, através da imagem, e dimensão astrológica, através da apresentação de seus mapas. Cada clipe, com menos de cinco minutos, tem vida própria, documentando um momento histórico e criando um "gancho" para o clipe seguinte. O clima dramático é reforçado pela música e pela qualidade das imagens de arquivo.

Nádia OliveiraO trabalho de 2008 - 200, o Processo de Independência do Brasil - pode ser considerado leve quando comparado com alguns dos projetos anteriores. Segundo Nádia [direita], a história recente do país é o tema que desperta emoções mais fortes. Por isso, o projeto que mais mexeu com o público foi o de 2005: Os Anos de Chumbo, uma análise astrológica dos anos mais negros da história recente do país. "Conseguimos mexer com a memória afetiva das pessoas", diz Nádia. "Muita gente na platéia chegou às lágrimas."

Rebeldes da Muralha
Filhos da Pátria
Os Rebeldes da Muralha, homenagem do GaiaBrasilis a São Paulo... ...Os Filhos da Pátria, análise do Brasil das duas últimas décadas.
Anos de Chumbo 200
Anos de Chumbo, o mais popular... ...e 200, o documentário mais recente.

Para os próximos anos já estão agendados temas como Os Anos Dourados (o governo JK) e Vargas, um tiro no coração no Brasil.

Outros artigos de Fernando Fernandes.

Comente este artigo |Leia comentários de outros leitores



Atalhos de Constelar | Voltar à capa desta edição |

Niso Vianna - Astrologia Mundial | A Grande Depressão da década de 30 |
Niso Vianna - Previsões para Brasil e Estados Unidos | 2010, uma crise a caminho |
Equipe de Constelar - Eventos | O que anda na boca do astrólogo brasileiro | Os planetas que não dão IBOPE |
Fernando Fernandes - Astrológica 2008 | Com quantos clipes se conta uma história |
Alexey Dodsworth - Dorival Caymmi | É doce morrer no mar |

Edições anteriores:

Astroteste - Gente que vale um mapa | Douglas Carrara, o antropólogo |
Ana Maria González -
Resenha de livro | Frutiger e a Astrologia, pseudociência de sinais e símbolos |
Equipe de Constelar -
GeA 2008 | Trocando figurinhas com Los Hermanos |
Hollanda, Dimitri, Fernando e Lúcia Torres |
Ensino de Astrologia na Argentina | As duas maiores escolas do continente |
Gregório José Pereira de Queiroz
- As qualidades primitivas | O cerne movente da vida |
| Identificar linhas de força ou prever fatos? |


Cadastre seu e-mail e receba em primeira mão os avisos de atualização do site!
2013, Terra do Juremá Comunicação Ltda. Direitos autorais protegidos.
Reprodução proibida sem autorização dos autores.
Constelar Home Mapas do Brasil Tambores de América Escola Astroletiva